Bem Estar Emocional de Crianças e Adolescentes com Fibrose Cística

Categoria: Notícias - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 30 de julho de 2019

Chegou a vez da série Bem Estar e Fibrose Cística: cuidando do corpo e da mente do Unidos pela Vida – Instituto Brasileiro de Atenção à Fibrose Cística falar sobre os aspectos da temática que impactam crianças e adolescentes diagnosticados com a doença. Confira!

Crianças

A vida de crianças diagnosticadas com Fibrose Cística pode ser, em alguns aspectos, diferente da rotina vivida por crianças sem a doença. Isso geralmente acontece por conta dos cuidados, tratamentos e procedimentos que a patologia exige da pessoa diagnosticada e dos seus amigos e familiares próximos. Considerando esse aspecto, é possível que as crianças com Fibrose Cística possam experienciar algumas dificuldades em seu dia a dia, como sentimentos de tristeza e ansiedade. 

No entanto, de acordo com a Cystic Fibrosis Trust, sentir-se diferente é compreensível, especialmente no ambiente escolar. Além de ter uma dieta diferente e uma rotina de tratamento, as crianças com Fibrose Cística geralmente são menores e mais magras do que seus colegas, o que pode causar situações de constrangimento e bullying. Essas situações podem impactar diretamente no bem estar emocional das crianças, que podem ter dificuldade em lidar com esses momentos. Por isso, é importante conversar com as crianças e saber como elas estão se sentindo, especialmente em relação à doença e o tratamento.  

Adolescência

As diferenças com relação ao corpo, que se iniciam lá na infância, podem ser mais difíceis de lidar na adolescência, pois o maior desejo nesse período é ser igual aos outros e pertencer a um grupo. Nessa fase, também podem surgir sentimentos de frustração e insegurança devido a maior responsabilidade de cuidar do próprio tratamento. É importante que os cuidadores prestem atenção especial aos adolescentes que podem estar negligenciando seus tratamentos como uma forma de não se sentirem tão diferentes.

Além desses aspectos, as crianças e adolescentes podem precisar faltar na escola em alguns momentos, pelas infecções e necessidade de internamentos. Por essa falta de controle sobre alguns aspectos de suas vidas, também é comum que eles sintam ansiedade,  insegurança, alterações bruscas de humor e até mesmo depressão. É importante conhecer um pouco mais sobre essas doenças para saber identificá-las e buscar o tratamento correto, com a ajuda de profissionais. 

Humor e Depressão

O humor tem um grande papel na saúde mental e no bem estar e pode afetar a rotina diária de crianças, adolescente e adultos com Fibrose Cística. As mudanças de humor são uma parte normal da vida cotidiana, mas conhecer os fatores que causam essas mudanças é importante para apoiar a saúde mental de maneira geral. 

Sentir-se triste e desanimado não é necessariamente motivo de alarme, mas se esses sentimentos forem constantes, pode significar uma depressão. Essa doença pode durar meses ou até anos, por isso, é fundamental pedir ajuda de profissionais de saúde mental, como Psicólogos. 

Ansiedade

Existe uma diferença entre estar preocupado e estar ansioso. A preocupação pode afetar seu cotidiano, mas é uma resposta a um evento estressante e geralmente passa quando essa situação que está causando o estresse  termina.

A ansiedade é uma resposta comum quando alguém está sob pressão e, muitas vezes, faz com que nosso dia a dia seja mais complicado do que deveria ser. Os sintomas mais comuns desse problema são aperto no peito, coração acelerado e cabeça cheia de pensamentos rápidos e confusos. 

Se você estiver experienciando esses sentimentos, converse com um psicólogo que pode te oferecer apoio e indicar o melhor tratamento. Dessa forma, você estará cuidando não apenas da sua saúde mental, mas também do seu bem estar, ou seja de você mesmo! 

Fontes: 

CYSTIC FIBROSIS NEWS TODAY. Cystic Fibrosis and Emotional Wellness. Disponível em: https://cysticfibrosisnewstoday.com/cystic-fibrosis-emotional-wellness/

CF Buzz. Wellbeing. Disponível em http://www.cfbuzz.org/adults/wellbeing/

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui