Cody usa suas habilidades circenses para driblar a FC

Categoria: Notícias - Postador por: Instituto Unidos pela Vida - Data: 16 de março de 2016

codyCody Roberts é naturalmente um palhacinho! O garoto de 12 anos aprendeu sozinho tudo que ele precisaria para fugir com o circo, incluindo fazer malabarismo e andar de monociclo.

Porém, em vez de entrar para uma trupe, ele pratica as suas atividades no Little Devils, uma escola circense da Austrália.

O garoto foi diagnosticado com FC quando tinha apenas três semanas. Todos os dias ele faz fisioterapia e inalações, que ajudam a remover o muco dos seus pulmões.

Brooke Roberts, a mãe de Cody, disse que no passado era muito difícil fazer o garoto se empenhar nas fisioterapias. Porém, agora que ele faz circo, tudo ficou mais fácil.

“Ele tem vontade de fazer novos movimentos de circo e procura vídeos no Youtube, para aprendê-los sozinho”, conta Brooke. “O circo faz a fisioterapia ser muito mais fácil. O exercício, por si só, já faz parte da fisio, pois ajuda Cody a tossir e eliminar o muco dos pulmões”, completa a mãe.

cody2E é claro que o garoto aprova essa maneira diferente de fazer o tratamento! Apesar da pouca idade, o garoto é bem maduro. “Eu não me acho diferente das outras pessoas, porque desde pequeno eu lembro de ter FC. A única coisa que não gosto é precisar fazer fisioterapia enquanto os meus amigos estão brincando”, conta Cody.

Brooke Roberts é uma mãe empenhada nas questões relacionadas à Fibrose Cística. No ano passado, ela participou de caminhadas de conscientização e pretende repetir as atividades agora em 2016.

Ela disse que, apesar da FC ser relativamente comum na região em que vivem, ainda há muitos equívocos em torno dela. Por conta disso, Brooke pretende se envolver sempre, com o objetivo de tornar a doença mais conhecida na Austrália.

Confira o texto original aqui.

Atenção: as informações deste texto têm cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com sua equipe multidisciplinar, eles poderão esclarecer todas as suas perguntas!

 

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui