Depoimento Jhennyfer Whnny – A importância da adesão ao tratamento

Categoria: Depoimentos - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 30 de novembro de 2018

Conheça a história da Jhennyfer Whnny Paiva. Ela tem 18 anos e foi diagnosticada com Fibrose Cística aos 4 anos de idade por meio do Teste do Suor. Em 2018 ingressou na faculdade e estuda fisioterapia, uma das suas grandes paixões.

O diagnóstico foi muito difícil para toda a família de Jhennyfer. Um grande susto, afinal, eles não conheciam nada sobre o assunto. Ao mesmo tempo, foi um alívio saber que havia tratamento e a pequena Jhennyfer poderia ter uma vida normal dentro das limitações da doença.

“Os sintomas que levaram ao diagnóstico foram diarreia, pneumonia, suor mais salgado que o normal e o baixo peso. Eu ia aos médicos e eles sempre diziam que era pneumonia, até que um dia finalmente o diagnóstico correto foi feito e descobriram a Fibrose Cística. No início foi tudo muito corrido, uma bateria de exames e coleta de sangue toda terça-feira, mas seguimos. Logo após o diagnóstico, iniciei o tratamento com as enzimas e Ursacol”, relembrou.

Adesão ao tratamento

Jhennyfer ainda tem dificuldade para ganhar peso, sinusite e tosse crônica, mas segue o tratamento à risca, tomando todos os remédios e realizando as fisioterapias respiratórias. Faz tudo no horário correto. A adesão ao tratamento de Jhennyfer é exemplar, mas nem sempre foi assim.

“Há alguns anos eu não queria fazer o tratamento, mas com o passar do tempo e com a minha entrada na faculdade, quando comecei a estudar mais sobre a Fibrose Cística, percebi que eu realmente preciso fazer tudo certo para que eu possa viver bem e prolongar a minha vida. Já senti dificuldade em realizar o tratamento, mas hoje vejo que é só me organizar que consigo fazer todas as minhas tarefas do dia a dia e aderir ao tratamento da melhor maneira possível”, ressaltou.

Atividade física e sonhos

Por conta da correria da faculdade, Jhennyfer não está fazendo nenhuma atividade física regular no momento, mas gosta muito de se exercitar. Sempre fez jazz, karatê, natação, pilates e musculação. Durante as férias da faculdade, a meta é se organizar e voltar a praticar atividades físicas.

“Meu hobby é dançar jazz e jogar handebol. Adoro me movimentar! Meu sonho é que um dia os médicos encontrem a cura para a Fibrose Cística para que eu possa viver mais, com qualidade e aproveitar tudo o que eu puder. Quero terminar a faculdade, achar uma especialização que eu me identifique. Também quero viajar muito, conhecer muitos países e culturas diferentes. Eu amo viajar! Também sonho em casar, ter minha casa e ser estável. Quero sempre ter amigos e minha família por perto. Quero ser feliz”, afirma.

Jhennyfer faz questão de ressaltar o quão importante a adesão correta ao tratamento é para a melhora na sua qualidade de vida. “Agora eu não fico mais doente com facilidade, a tosse diminuiu, ganhei mais peso. Aderindo corretamente ao tratamento eu melhorei muito”.

“A mensagem que eu gostaria de deixar para as pessoas com Fibrose Cística é: seja firme no seu sonho, busque tudo aquilo que você deseja e, principalmente, faça o tratamento da maneira correta. Você verá que essa atitude realmente faz toda a diferença”, ressalta Jhennyfer.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui