Entendendo a Salina Hipertônica através do olhar farmacêutico

Categoria: Notícias - Postador por: Instituto Unidos pela Vida - Data: 28 de março de 2016

Tnebulizacaoexto escrito pela farmacêutica Wendy Bullington e publicado no site da Cystic Fibrosis Foundation. Para acessar o material original, clique aqui

Há 10 anos sou farmacêutica de um centro de adultos com Fibrose Cística. Neste período, já vi frequentemente alguns pacientes frustrados com o tempo que “gastam” fazendo a nebulização. Eu posso imaginar como isso pode ser difícil. Eu tenho asma, o que me obriga a fazer inalações a cada dois dias, e eu às vezes até esqueço dessa minha responsabilidade. Por conta disso, tenho muito respeito pelos meus pacientes e por você, que está lendo este texto e tem FC.

O que eu aprendi nesse tempo todo é que com alguns pequenos detalhes você pode melhorar a sua situação e até reduzir custos do seu tratamento.

Um dos objetivos que tenho é fazer com que meus pacientes entendam o motivo pelo qual nós adicionamos medicações nas suas rotinas quando eles já estão fazendo “malabarismos” para manter o tratamento do dia a dia.

Muitos dos meus pacientes deixam a inalação com salina hipertônica de lado, por causa das tosses e pelo tempo adicional que ela acrescenta à nebulização.

Mas afinal de contas, para que exatamente que ela serve?

É comprovado que a salina hipertônica melhora a função pulmonar, diminui as exacerbações e aumenta a qualidade de vida de quem tem FC. Inalar a salina pode ser uma ótima opção para pessoas que já usam Alfadornase  e antibióticos e que precisam intensificar a terapia por causa do aumento dos sintomas ou diminuição do VEF1, dado que pode ser identificado através da Espirometria. (Em português, VEF1 – Volume expiratório forçado cronometrado de primeiro segundo, um dado obtido quando fazemos um exame chamado espirometria)

A salina também é uma opção para pessoas que têm muito muco nos pulmões. Aqui é onde o efeito colateral da tosse na FC — quando em quantidade moderada — pode ser benéfico, visto que tossir ajuda a eliminar esse muco.

Apesar de tudo isso, algumas pessoas acreditam que o tempo gasto com a salina hipertônica não vale a pena. Abaixo vou listar outros pontos importantes que identifiquei durante este período::

Por fim, reforçamos mais uma vez o quão importante é aderir ao tratamento completo prescrito pela sua equipe multidisciplinar. Sabemos que quem tem FC precisa demandar várias horas diárias para o tratamento, envolvendo fisioterapia, atividade física, vários medicamentos (alguns bem fortes que causam desconforto), inalações, etc.

Mas, a partir do momento que entendemos que estes medicamentos têm a nobre função de manter nossa saúde em dia, e que sem eles podemos ter uma grave piora em nosso quadro, enfrentaremos de cabeça erguida estas horas de cuidados, olhando-as como investimento e não horas “perdidas”.

Atenção: as informações deste texto têm cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com sua equipe multidisciplinar, eles poderão esclarecer todas as suas perguntas!

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui