Dia 07 – Márcia Feliciano Natel | #30DiasdeFibra

Categoria: Depoimentos - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 06 de setembro de 2019

Eu me chamo Márcia, tenho 60 anos e moro na cidade de São Paulo. Minha filha, Beatriz, foi diagnosticada com Fibrose Cística aos 3 anos e completou 28 recentemente. Também sou mãe do Marcelo, de 24 anos, que não tem a doença. Meu marido, Washington, sempre esteve ao nosso lado nessa luta.

Na época do diagnóstico da Beatriz eu não tinha nenhum conhecimento sobre a doença e quase enlouqueci com as informações que consegui. Eu já havia perdido meu primeiro filho por conta de um problema cardíaco grave e fiquei apavorada com a possibilidade de passar por isso novamente.

Todas as informações que consegui falavam de casos graves, sobre expectativa de vida de 15 anos. Eu quase enlouqueci. Nesse momento, o Pediatra, Dr. Gilberto Petty, foi fundamental e nos ajudou muito. Esclareceu nossas dúvidas, nos deu as informações que precisávamos e cuidou dela com amor e carinho. Apesar de todas as dificuldades que vencemos do diagnóstico até hoje, a manifestação da Fibrose Cística na Bia sempre foi muito branda.

A Beatriz fez faculdade de Medicina e nos enche de orgulho todos os dias. Ela adora equitação, atividade que praticou durante a infância. Na adolescência gostava mais de academia e na época da faculdade fez corrida de rua por algum tempo. Atualmente, está trabalhando e estudando para a prova de Residência, pois seu sonho agora é fazer Pediatria. A Beatriz namora, adora viajar e é a alegria em pessoa!

No início, achei que ela teria limitações na vida, mas hoje vejo que ela não se deixou abater por nenhuma das situações que viveu e segue firme e forte, um dia após o outro.  Antes de ter filhos eu era uma pessoa muito racional. Sou Engenheira, então 2+2=4 e pronto, mas tive que me reposicionar e ampliar minha forma de ver a vida e as pessoas. Ser mãe de fibra me fez mais humana, mais sensível. 

A Fibrose Cística é parte do que somos, não o limite do que podemos ser!

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui