Conheça o Teste do Suor: exame padrão ouro para o diagnóstico da Fibrose Cística

Categoria: Notícias - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 05 de dezembro de 2018

O Teste do Pezinho é um exame obrigatório para todos os recém-nascidos brasileiros, faz parte do Programa de Triagem Neonatal do Ministério da Saúde e ajuda na triagem de doenças genéticas como a Fibrose Cística (FC).

Porém, mesmo se tratando de um exame extremamente importante na triagem da doença, o Teste do Pezinho não é capaz de confirmar ou excluir sozinho a presença da FC. O teste apenas tria os recém-nascidos que possuem o risco de ter a doença e, após o resultado positivo do primeiro teste e da recoleta, o Teste do Suor deve ser realizado para confirmar ou descartar a existência da FC.

Conhecendo o Teste do Suor

Como dito anteriormente, o resultado positivo do Teste do Pezinho para FC  não significa que o recém-nascido de fato possui a doença e o número de falso-positivos é grande. Por isso, o Teste do Suor deve ser realizado para a confirmação ou exclusão da indicação positiva.

Considerado como exame padrão ouro para o diagnóstico da Fibrose Cística, o Teste do Suor é simples, indolor, não invasivo e fundamental para o diagnóstico precoce e seguro da doença. Ele é feito por meio do estímulo do suor da pessoa examinada e uma análise de condutividade.

Com isso, uma dosagem quantitativa de cloreto na amostra é coletada e o diagnóstico laboratorial é alcançado. Na tabela abaixo você pode conferir os valores de referência para o Teste do Suor e entender mais facilmente em quais valores ele indica a presença da doença. Contudo, é importante verificar se o laboratório onde o teste foi feito segue estes mesmos valores de referência.  

De maneira geral, quando a dosagem de cloreto no suor é igual ou maior que 60 mmol/l em duas amostras, o diagnóstico positivo para Fibrose Cística é confirmado. Aqui no site do Unidos pela Vida você encontra uma lista com os locais para diagnóstico da Fibrose Cística em diversos estados do Brasil. Clique aqui e confira os hospitais, laboratórios e clínicas onde o Teste do Suor pode ser realizado.

Suor mais salgado que o normal

A Fibrose Cística é uma das seis doenças diagnosticadas por meio do Teste do Pezinho. Com prevalência de 1 novo caso a cada 10 mil recém-nascidos no Brasil, é considerada a mais comum entre as doenças raras existentes. Os principais sintomas apresentados pela Fibrose Cística são as pneumonias frequentes, a tosse crônica, a dificuldade em ganhar peso e estatura e diarreia.

Outro sintoma da Fibrose Cística é o suor mais salgado que o normal. A pele de quem tem Fibrose Cística pode ser mais salgada do que a pele das outras pessoas pois tem muito mais sal no suor. Isso acontece porque as glândulas sudoríparas, responsáveis pela produção do suor, são glândulas exócrinas e possuem células com um grande número de canais CFTR.

Quando esses canais não existem, estão em menor número ou não funcionam corretamente, o suor fica com maior concentração de sal do que o normal. A partir disso, foi possível desenvolver o Teste do Suor para o diagnóstico da Fibrose Cística.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui