Seja doador! Conheça os requisitos e a importância da doação de sangue

Categoria: Notícias - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 14 de junho de 2018

Dia 14 de junho é considerado o Dia Mundial do Doador de Sangue. A data é utilizada principalmente para divulgar informações sobre a doação de sangue e conscientizar a população sobre a importância e a crescente necessidade de doações em todo o mundo, além de agradecer todas as pessoas que já são doadoras.

Apesar de ser uma atitude extremamente importante e que afeta diretamente a vida de milhares de pessoas, dados divulgados pelo Ministério da Saúde indicam que apenas 1,8% da população brasileira doa sangue. Esse número ainda está distante da meta estipulada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que estabelece como 3% a porcentagem ideal de população doadora.

No Brasil, existem 27 hemocentros e 500 serviços de coleta em Unidades Básicas de Saúde e as doações, voluntárias e para reposição, podem ser realizadas em qualquer um desses locais, basta identificar o mais próximo de você e doar.

Uma única doação pode ajudar até quatro pessoas. Mas como isso é possível? Isso acontece porque a bolsa de sangue coletada pode ser fracionada em diferentes componentes sanguíneos, como plaquetas, plasma, crioprecipitado e concentrados de hemácias.

Como doar?

Para realizar uma doação de sangue, é preciso seguir algumas regras importantes. A principal delas é pesar mais de 50 quilos e ter entre 16 e 69 anos. Mas fique atento! Pessoas menores de idade só podem realizar a doação com o consentimento formal dos pais ou responsáveis.

Além disso, para realizar a doação, é preciso estar bem de saúde, estar bem alimentado e com um documento oficial com foto em mãos.

Todo o procedimento dura apenas 40 minutos e se inicia com o cadastro e avaliação dos sinais vitais do doador. Depois disso, é feito um teste de anemia, uma triagem clínica e, se tudo der certo, a doação é realizada e finalizada com um lanche para o doador. A reposição do sangue doado já é reposto nas primeiras 24 horas após a doação.

Cuidados após a doação

Depois de realizar a doação, alguns cuidados devem ser tomados pelo doador. É extremamente importante que ele aumente a ingestão de líquidos, evite esforços exagerados e o uso de bebidas alcoólicas por pelo menos 12 horas após o procedimento.

Além disso, o ideal é que o doar evite fumar por cerca de 2 horas após a doação, não retire o curativo no local da punção por pelo menos 4 horas e não realize atividades de risco, como dirigir grandes veículos, trabalhar em andaimes ou praticar paraquedismo e mergulho.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui