Grupo percorre quase 10km em região de mangue e “veste a camisa” da Fibrose Cística

Categoria: Notícias - Postador por: Instituto Unidos pela Vida - Data: 20 de dezembro de 2017

Em Camaçari, cidade da região metropolitana de Salvador-BA, cerca de 50 pessoas participam de trilha ecológica e promovem a conscientização sobre a FC

Em Barra do Jacuípe, que fica na cidade de Camaçari-BA, um grupo de 50 pessoas tem uma tradição: a cada dois meses, eles partem natureza adentro, em  percursos de aproximadamente 10km marcado por trilhas ecológicas na região de manguezais do município.

A caminhada na natureza começou há 10 anos, como uma atividade de lazer. Hoje, o grupo fiel tem até nome: “Caminheiros”. A trilha é organizada pelos participantes e, para que não hajam imprevistos, antes de sair o grupo planeja o trajeto por meio do GPS, organiza a logística de transporte até os locais de partida e de chegada, além de providenciar a água, a alimentação e demais subsídios.

“Uma das propostas da caminhada é desenvolver o lado social. Em algumas fizemos doações de brinquedos para crianças que precisam, em outras, pedimos alimentos para destinarmos aos mais necessitados. Sempre, durante as trilhas, recolhemos os lixos deixados pelos “desumanos””, explica Vania Tôrres.

Conscientização em todo lugar
Vania Tôrres é uma das “Caminheiras”. Mais do que isso, ela é mãe de uma garota que tem Fibrose Cística. O que uma coisa tem a ver com a outra? Vania aproveita o momento em que as pessoas estão reunidas para engajar amigos e familiares em uma causa que é de todos nós: a Fibrose Cística. Nos passeios, ela divulga a doença, leva a informação e incentiva a conscientização.

No sábado, 16/12, o grupo realizou a 51ª edição do passeio na trilha ecológica, com cerca de 50 “Caminheiros”, Vania engajou os participantes para que “vestissem a camisa” da Fibrose Cística. Ela tem uma filha de 19 anos, que tem FC e foi diagnosticada aos 7 anos de idade, após complicações de saúde marcadas por uma série de 7 pneumonias. A pneumonia de repetição, assim como a tosse com secreção, sinusite crônica, chiado no peito e dificuldades para respirar está entre os sintomas da Fibrose Cística, por conta do muco em maior quantidade e que obstrui as vias aéreas.

“Sei, literalmente, o quanto nos é difícil enfrentar este diagnóstico, mas também sei a diferença que faz termos este diagnóstico o mais cedo possível. Faz toda a diferença para nós e para eles (pacientes). Muitos desse grupo fazem este trabalho de divulgação, inclusive vão começar a pedalar, a exemplo do Sr. Luiz Eduardo, divulgando a FC!”, explica Vânia.

No fim de semana, os “Caminheiros” percorreram 8,7km de trilha, vestindo a camisa da Equipe de Fibra. A conscientização não pode (e não vai) parar! Você faz parte de uma ação, movimento ou atividade que divulga a Fibrose Cística?
Envie sua história pra gente em [email protected]


Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui