Aula de Surf da Equipe de Fibra – Rio de Janeiro

Categoria: Equipe de Fibra - Postador por: Instituto Unidos pela Vida - Data: 27 de janeiro de 2014

Relato por Cristiano Silveira, Coordenador Nacional da Equipe de Fibra.

A manhã de sábado, dia 25/01/14, estava ensolarada e quente como a maioria dos dias de janeiro na cidade maravilhosa. Fomos hoje à praia com a missão de oportunizar à Equipe de Fibra a experiência do surf. O ponto de encontro – posto 5 da Barra da Tijuca. Fui o primeiro a chegar, um pouco antes das 8 da manhã, o professor Bruno F. A. Castello da Costa recebeu a mim e a minha família e foi logo nos levando até a praia onde deixamos as nossas coisas e, por orientação dele, deixamos Pedro e Luiza livres para explorarem o novo ambiente. Enquanto esperávamos pelos outros, a ideia era ver como eles se comportavam, quais suas primeiras ações, qual a reação deles ao mar. O mar estava calmo, “flat” na linguagem do surf. Água limpa ajudava a compor o cenário. Quando Thamiris Sabas chegou com o noivo Douglas, Bruno mandou-os logo pra água e, como fez com as crianças, ficou observando atentamente seu comportamento enquanto me explicava que nesse primeiro encontro o importante era isso mesmo: ver a reação das pessoas, suas iniciativas, seus receios…

Aos poucos os outros foram chegando e, ao seu modo, também foram curtindo o momento.

Mais tarde, perfilados junto à linha d’água, cada um foi convidado a dizer que elementos diferentes percebia na paisagem. Os diferentes tons da água, bancos de areia, o efeito do vento na superfície da água, o ritmo das ondas, a arrebentação, todos esses elementos traziam alguma lição. E assim o Bruno foi explicando que no lugar de já ir ensinando o aluno a ficar em cima de uma prancha, ele preferia ensinar o aluno a perceber todas essas nuances do mar, aprender a respeitá-lo e a realmente senti-lo antes de desafiá-lo.

Foi uma aula/brincadeira em que podemos conhecer melhor esse novo parceiro da equipe e onde, acima de tudo, ele pode nos conhecer.

Esperamos que essa parceria seja longa e produtiva e que o surf entre nas vidas das pessoas de fibra como mais uma opção de exercícios que, já sabemos, são parte do tratamento.

Bruno Ferreira Alves Castello da Costa é Engenheiro de Produção pela UFRJ, professor de Educação Física pela UERJ, Guardião pelo 2° Grupamento Marítimo do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, autor de vários livros sobre conscientização orientada da prática de surf. Preocupado com a formação de bons nadadores marítimos em ambientes de praia com arrebentação, deseja contribuir para elevar o grau de segurança e autonomia dos praticantes de esportes aquáticos de praia.

Bruno pode ser contatado pelo site http://surfingpedagogy.com, onde estão disponíveis mais detalhes de seu trabalho e obras.

* Todas as pessoas com Fibrose Cística foram orientadas a permanecerem distantes umas das outras.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

 

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui