Fibrose Cística: a doença do beijo salgado

Categoria: Notícias - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 28 de janeiro de 2020

Você sabia que a Fibrose Cística também é conhecida como a Doença do Beijo Salgado? Isso acontece porque as pessoas diagnosticadas com a patologia podem ter o suor mais salgado que o normal e, consequentemente, a pele mais salgada também, principalmente em dias mais quentes ou quando suam mais.

Essa alteração pode ser facilmente notada ao beijarmos a pele de uma pessoa com Fibrose Cística, justificando o fato de ser conhecida como a Doença do Beijo Salgado. Mas por quê o suor é mais salgado? Isso acontece porque quem tem a patologia possui mais sal no suor quando comparado com as pessoas sem a doença, situação causada porque as glândulas sudoríparas de quem tem Fibrose Cística possuem canais CFTR em menor número ou que não funcionam corretamente.

Com isso, o suor acaba tendo maior concentração de sal do que o normal. Isso acontece pois, além de água, o suor também retira do nosso sangue outras substâncias, como os eletrólitos (cloro [Cl–] e sódio [Na+]), que quando se juntam formam o sal (NaCl).

Histórico

No ano de 1953, depois de uma grande onda de calor que atingiu a cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, o médico Paul Di Sant’ Agnese, registrou que o suor produzido por seis crianças diagnosticadas com Fibrose Cística era mais salgado que o normal. E foi esse estudo que possibilitou, anos mais tarde, o desenvolvimento do Teste do Suor, exame considerado padrão ouro para o diagnóstico da doença.

O Teste do Suor é simples, indolor, não invasivo e fundamental para o diagnóstico precoce e seguro da doença. Ele é realizado com o estímulo do suor da pessoa examinada e uma análise de condutividade. Com isso, uma dosagem quantitativa de cloreto na amostra é coletada e o diagnóstico laboratorial é alcançado. Clique aqui para saber mais sobre esse exame e aqui para descobrir os locais em que é possível realizá-lo em todo o Brasil.

Então já sabe: se você beijou um familiar, amigo ou conhecido e sentiu um gosto mais salgado que o normal, procure ajuda médica. O seu beijo pode salvar uma vida e levar ao diagnóstico da Fibrose Cística.

Referências:

BREDEMEIER, Juliana. A experiência de crescer com Fibrose Cística. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 2005. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/8456/000576124.pdf?sequence=1>.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui