Série especial Coronavírus: dúvidas de pessoas com Fibrose Cística e familiares

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 08 de maio de 2020

Neste novo texto da Série Especial Coronavírus, criada pelo Unidos pela Vida – Instituto Brasileiro de Atenção à Fibrose Cística, nossa equipe trouxe respostas para novas dúvidas enviadas por familiares e pessoas com Fibrose Cística em nossas mídias sociais sobre o novo Coronavírus, o Covid-19. Confira!

Tenho Fibrose Cística e comecei a apresentar sintomas do Covid-19. Para quem devo ligar? Pergunta enviada via Instagram

De acordo com as recomendações do Grupo Brasileiro de Estudos de Fibrose Cística (GBEFC), caso a pessoa com Fibrose Cística apresente sintomas do novo Coronavírus, ela deve procurar o seu Centro de Referência imediatamente ou um serviço de emergência. Essa recomendação é indicada caso apareçam sintomas mais graves, como falta de ar, catarro com sangue, vômitos persistentes ou incapacidade de se alimentar, prostração, lábios ou extremidades arroxeadas.

Tenho um filho com Fibrose Cística. Caso as aulas retornem, o que devo fazer? Pergunta enviada via Instagram

Por conta da pandemia, as aulas presenciais em escolas públicas, particulares e universidades de todo o Brasil foram suspensas. Na maioria das regiões, ainda não há uma previsão de retorno e, consequentemente, poucas recomendações específicas para esses casos foram produzidas até o momento. 

Em algumas regiões, as escolas e universidades iniciaram estudos para um plano de proteção quando as aulas retornarem. O uso de máscaras e troca do item de 3 em 3 horas, distanciamento de 1 metro entre os alunos e sapatos extras para serem utilizados dentro das salas de aula foram as primeiras indicações propostas, mas nada está definido até o momento. 

De acordo com a Secretaria de Educação de Brasília, as autoridades de cada estado irão decidir sobre as melhores formas de segurança para os alunos e a comunidade da região quando for o momento de retornar com as aulas.

Se você tem um filho com Fibrose Cística, antes de mais nada, converse com a equipe médica que faz o acompanhamento do seu salgadinho para que eles possam avaliar a condição de saúde da criança e definir a melhor decisão em relação ao retorno às aulas. E se você tem Fibrose Cística e seu filho volte a frequentar a escola, também converse com seus médicos para saber quais cuidados você precisa ter neste novo cenário.

Sou trabalhador autônomo. Tenho direito ao Auxílio Emergencial do governo? Pergunta enviada via site

Para ter direito ao Auxílio Emergencial do governo é preciso se encaixar em vários critérios, um deles é ser trabalhador autônomo, mas essa não é a única exigência. Abaixo listamos todos os critérios para que você possa solicitar o auxílio:

Caso você se encaixe nesses requisitos, você pode solicitar o Auxílio Emergencial no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo aplicativo APP CAIXA | Auxílio Emergencial. O aplicativo está disponível na loja de aplicativos do seu celular para iOS e Android (App Store e Google Play).

Recebo o LOAS. Tenho direito ao Auxílio Emergencial? Pergunta enviada via WhatsApp

Não. Pessoas que recebem auxílio em programas de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família, não têm direito ao auxílio emergencial do governo. 

Segue com dúvidas sobre o tema? Então entre em contato conosco pelo WhatsApp (41) 99636-9493 ou pelo e-mail contato@unidospelavida.org.br. Ficaremos felizes em ajudar com seus questionamentos sobre o assunto!

Por Kamila Vintureli

Referências:

https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio

http://portalgbefc.org.br/site/pagina.php?idpai=9&id=241

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui