Depoimento – Gustavo Silva

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 11 de maio de 2021

Confira agora um pouco da história do Gustavo Moraes Silva. Ele tem 29 anos, mora na cidade de Cedral, em São Paulo, e atua como comerciante e cantor gospel. Gustavo recebeu o diagnóstico para fibrose cística em 1991, quando tinha apenas três meses de vida. 

Os principais sintomas apresentados por ele eram as infecções pulmonares, a diarreia e a dificuldade para ganhar peso e estatura. Esses sinais fizeram com que os profissionais da saúde indicassem a realização do Teste do Suor, exame padrão ouro para o diagnóstico da fibrose cística.

“Na época os recursos para o tratamento da doença aqui no interior de São Paulo eram primários ou praticamente inexistentes e isso prejudicou muito minha melhora, mesmo após o diagnóstico. Foi neste momento que decidiram me transferir para o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Fiquei 90 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e, neste período, decidiram começar o tratamento com as enzimas pancreáticas, o que fez com que eu melhorasse cada dia mais. Relembrando tudo isso, tenho certeza que só estou aqui hoje pelas bênçãos de Deus e por esses três meses em Ribeirão Preto, período em que recebi o melhor tratamento possível e me recuperei.”

Atualmente a rotina de cuidados do Gustavo envolve a realização das inalações, fisioterapia respiratória e o uso de medicamentos recomendados pela equipe médica que o acompanha. Ele afirma que seguir com o tratamento não atrapalha seu trabalho e reforça a importância de realizar tudo da melhor maneira possível.

“Tenho uma qualidade de vida ótima e minha função pulmonar está em 74%, um resultado incrível para uma pessoa com fibrose cística. Eu demorei para me adaptar a rotina, confesso, mas depois que acostumei percebi que cada etapa era fundamental para que eu seguisse bem e saudável. Consigo conciliar muito bem o tratamento com minha rotina profissional e digo a todos: aderir a esses cuidados com força, garra e fé é um dos aspectos mais importantes das nossas vidas. Sei que às vezes pode ser cansativo, pesado, porém, os resultados positivos devem ser a prioridade sempre.”

Gustavo afirma que ser diagnosticado com uma doença rara o fez mais forte, mas não o tornou diferente dos outros. 

“A fibrose cística nunca me impediu de conquistar meus sonhos e objetivos de vida, muito pelo contrário, ter esse diagnóstico me encorajou a correr atrás das minhas metas com ainda mais garra. Além de ser vendedor autônomo, também sou cantor evangélico e atuo com o Enoque, um amigo que se tornou um verdadeiro irmão. Juntos, formamos a dupla Gustavo e Enoque e levamos a palavra de Deus para todos que nos escutam. Meu sonho é poder evangelizar o mundo todo por meio das nossas vozes e canções.”

Você pode acompanhar o trabalho do Gustavo em seu canal no YouTube, clicando aqui, ou por meio da página no Facebook da dupla, clicando aqui. Para finalizar, ele afirma que sua família e esposa são o maior presente que ganhou de Deus e reforça a importância da rede de apoio no cenário da fibrose cística.

“Essas pessoas me ajudaram a chegar até aqui e tenho certeza que também estarão ao meu lado para o que ainda está por vir. Mesmo com todas as dificuldades, minha vida tem sido repleta de alegria desde que eu nasci e tenho certeza que seguirá dessa forma por muito tempo. Viver com fibrose cística significa luta e superação, e em meio a todos os obstáculos, encontrar forças para cantar e viver.”

Por Kamila Vintureli

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui