Equipe da Unicamp lança Manual sobre Diabetes Relacionado à Fibrose Cística

Categoria: Notícias - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 31 de outubro de 2019

A equipe do Centro Especializado de Referência em Fibrose Cística do Departamento de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) lançou, durante o VII Congresso Brasileiro Multidisciplinar de Fibrose Cística, o Manual de Orientação sobre Diabetes Relacionado à Fibrose Cística (DRFC). O Congresso foi realizado de 01 a 04 de maio em Campinas/SP.

A Endocrinologista Pediátrica, Dra. Mariana Zorron Mei Hsia Pu, é responsável pelo ambulatório de Diabetes Relacionado à Fibrose Cística da Unicamp e fez parte da equipe que produziu o manual. Ela afirmou que a ideia para a criação do material surgiu quando começou a trabalhar com a doença na Unicamp.

“Eu senti a necessidade de algum material mais didático e que pudesse fazer com que pessoas com Fibrose Cística, cuidadores e profissionais da saúde entendessem melhor sobre o que é o Diabetes relacionado à doença, já que essa comorbidade é muito singular e necessita de um olhar diferenciado e individualizado”, afirmou a Dra. Mariana.

O Manual DRFC está disponível de maneira gratuita para os pacientes do Centro Especializado de Referência em Fibrose Cística do Hospital de Clínicas da Unicamp e também online nos sites da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, da Sociedade Brasileira de Pediatria, da Sociedade Brasileira de Diabetes e, em breve, também será disponibilizado no site do Grupo Brasileiro de Estudos de Fibrose Cística (GBEFC). Nesta primeira edição, 500 unidades foram impressas. Você pode baixar o manual clicando aqui.

“O material foi desenvolvido a partir do Managing Cystic Fibrosis Related Diabetes (CFRD) an instruction guide for patients and families, 6th Edition, 2015 Cystic Fibrosis Foundation, que, assim como o nosso Manual, também tem uma linguagem de fácil entendimento. Trabalhando com DRFC notei que, tanto pacientes quanto profissionais da saúde, tinham dificuldades para entender as particularidades dessa comorbidade. Por isso, achei que seria interessante termos um material único e que explicasse o que, de fato, significa a DRFC, tanto para o público leigo quanto para os profissionais. Assim, montamos um material que tem a capacidade de atingir a todos”, ressaltou.

O Diabetes relacionado à Fibrose Cística

O diabetes é frequente em pessoas com Fibrose Cística e atinge cerca de 20% dos adolescentes e entre 40 e 50% dos adultos com a doença rara. O DRFC acontece por conta do acúmulo de muco espesso no pâncreas, situação que causa sua destruição e, consequentemente, uma menor produção de insulina.

Além disso, as inúmeras infecções respiratórias causam um processo inflamatório constante e que, na maioria das vezes, necessita de medicações que fazem com que a insulina não consiga abrir a célula para a entrada da glicose. O DRFC pode causar complicações nos rins, olhos e nervos por conta da alta quantidade de glicose no sangue. Por isso, o tratamento com insulina deve ser realizado de maneira correta e o mais rápido possível após o diagnóstico.

“O controle do DRFC, como também dos outros tipos de Diabetes (1 e 2), é um verdadeiro desafio pois requer um monitoramento frequente das glicemias. Por isso, é de extrema importância que o controle dos valores glicêmicos seja feito para que consigamos individualizar o tratamento e ter um controle adequado da doença, visto que o Diabetes descontrolado piora a função pulmonar e prejudica o ganho ponderal. Atualmente existem outras opções além da glicemia capilar (“ponta de dedo”), como os sensores de glicemia subcutânea, que praticamente não necessitam das famosas e temidas picadas nos dedos e que podem ser conversadas como alternativa com o médico para o monitoramento do Diabetes”, afirmou a Dra. Mariana.

A Dra. Mariana ainda ressalta a importância de difundir o conhecimento sobre o Diabetes relacionado à Fibrose Cística para que mais pacientes, cuidadores e profissionais da saúde tenham informações de qualidade sobre o assunto.

“Para mim foi uma enorme satisfação participar da elaboração deste manual, pois via no meu dia a dia a dificuldade que as pessoas têm de entender o DRFC. Iniciei minha caminhada com a Fibrose Cística após minha contratação como médica assistente na Unicamp, em 2013, onde fui alocada para o ambulatório de Fibrose Cística como pediatra geral para atendimentos de rotina. Porém, como tenho formação em endocrinologia, eu me coloquei à disposição para o atendimento das complicações endocrinológicas relacionadas à doença, que não se resumem somente ao Diabetes, mas também ao atraso do crescimento, atraso puberal e a doença óssea relacionada à Fibrose Cística.  O material é uma oportunidade de difundir conhecimento e acredito que se todos os que estão envolvidos com o tratamento, de qualquer doença que seja, realmente entenderem a causa do problema e a importância do seu tratamento, a aderência, qualidade de vida e controle da doença ficarão melhores para todos”, finalizou.

A Dra. Mariana Zorron Mei Hsia Pu possui graduação em Medicina pela Universidade de Taubaté (2006), residência médica em Pediatria e Endocrinologia Pediátrica pela Unicamp, com título de especialista em Pediatria (TEP) e título de especialista na área de atuação de endocrinologia pediátrica (CAAEP).  Membro efetivo do Grupo Brasileiro de Estudos de Fibrose Cística (GBEFC).  Mestra em Ciências, na área de concentração Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) no ano de 2017. Em 2019, realizou estágio na área de Endocrinologia Pediátrica no Boston Children’s Hospital (Harvard Medical School Teaching Hospital) e se tornou membro da ISPAD (International Society for Pediatric and Adolescent Diabetes).

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui