Enzimas Pancreáticas: O que é bom saber!

Categoria: Notícias - Postador por: Instituto Unidos pela Vida - Data: 15 de janeiro de 2010

(Fonte: Recomendações da Cystic Fibrosis Foundation)

As Enzimas Pancreáticas são disponíveis no Brasil em forma de cápsulas. Essas cápsulas contém microesferas ou minicomprimidos desenvolvidos especialmente para agirem no intestino, ajudando na digestão dos alimentos.

As principais funções das Enzimas Pancreáticas são:

1 – Fazer a digestão dos carboidratos, proteínas e gorduras;

2 – Ajudar o paciente a ganhar peso;

3 – Promover a absorção dos nutrientes;

Uma vez que os pacientes mais bem nutridos e com maior peso parecem tem melhor função pulmonar, é muito importante ingerir as enzimas em todas as refeições, inclusive antes dos lanches. Mais de 90% dos pacientes com Fibrose Cística necessitam de reposição de Enzimas.

Informações Gerais sobre Enzimas:

– As enzimas são necessárias antes de todas as refeições, sejam elas completas ou pequenos lanches, assim como antes da ingestão de leite, leite materno e suplementos alimentares.

– As enzimas devem ser ingeridas imediatamente antes dos alimentos;

– Sempre que for se alimentar, fora de casa, tenha uma quantidade disponível de enzimas contigo;

– Sempre tome a dose de acordo com a prescrição do seu médico;

– Se necessário, abra as cápsulas e despeje as microesferas ou os minicrocomprimidos em uma pequena quantidade de alimento pastoso que não requeira mastigação. É importante que as cápsulas sejam ingeridas sem serem mastigadas.

– As microesferas ou minicomprimidos devem ser adicionados aos alimentos na hora da refeição e devem ser ingeridos imediatamente. O alimento não deve ser utilizado em refeições futuras. Não utilizar em alimentos quentes.

– Guarde as enzimas em lugar fresco e arejado, mantendo o frasco bem fechado.

Alimentos que não necessitam de enzimas:

– Frutas
– Sucos
– Refrigerantes
– Hidratantes orais
– Café e chá
– Jujuba
– Pirulitos

Exceto frutas naturais, existe muito pouco valor nutritivo nos alimentos mencionados acima, portanto, não se recomenda o seu uso com regularidade. Pergunte ao seu médico ou nutricionista se você tiver alguma dúvida da necessidade de enzimas com algum tipo de alimento.

– Não troque a marca ou a concentração da enzima prescrita sem antes falar com seu médico! Siga exatamente a sua receita para não comprometer seu tratamento!

E lembre-se! Alimentação com qualidade é fundamental!

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui