Histórias Inspiradoras | Russell White, o artista dos vidros!

Categoria: Vivendo com FC - Postador por: Instituto Unidos pela Vida - Data: 12 de julho de 2013

Russel White, um rapaz de 24 anos que foi diagnosticado com FC ao nascer, acredita e segue seus sonhos, não importa onde eles possam o levar.

Russel 1Russel adora música, animais e estar ao ar livre, e foi atrás dos seus inúmeros interesses através da educação. Ele estudou Música e Biologia na Universidade da Califórnia em San Diego, e está atualmente cursando Medicina Veterinária na Western Univertsity of Health Sciences em Pamona, Califórnia.

Quando não está nas aulas, Russell pode ser encontrado em outro passatempo: a arte do vidro soprado. Usando nada além de vidro derretido e o próprio fôlego, Russell cria esculturas coloridas que às vezes chegam a pesar 7 quilos.

“É uma grande satisfação saber que posso fazer qualquer coisa que eu coloque na minha cabeça, apesar de ter a doença”, disse Russell.

Combinando o amor à arte e à ciência

Russell foi apresentado a esta arte por um amigo que o levou a uma aula de vidro soprado quando estava na faculdade. Russell se sentiu instantaneamente conectado com o meio e desde então está “viciado”.

“Eu basicamente me apaixonei instantaneamente”, disse Russell. “Ficar na frente de uma fornalha quente por várias horas pode soar estressante, mas na verdade lhe distrai de todo o resto que está acontecendo na sua vida. É incrivelmente relaxante para mim”.

Russell usa o vidro soprado para combinar seu amor por Biologia, Anatomina e Entomologia (ciência que estuda os insetos*) e Russel 2frequentemente cria animais e insetos de vidro.

O seu trabalho atual em progresso é uma formiga de 1 metro de comprimento com 20 partes individuais.

Russell começa cada peça pegando uma massa de vidro no final de uma zarabatana de 1,5 metro de comprimento. Ele então sopra dentro da zarabatana, o que vira uma bolha dentro do vidro.

“Eu posso formatar essa aquela bolha em qualquer peça que eu queira usando diferentes ferramentas” ele explica. “Eu incorporo muito da minha educação científica nas minha peças”.

Devolvendo com vidro

Russell se envolveu com a Cystic Fibrosis Foundation (CFF) quando seu médico compartilhou o talento do rapaz com o escritório de voluntariado da CFF de San Diego (http://www.cff.org/Chapters/sandiego/).

Russell se voluntariou para criar os prêmios Breath of Life (Sopro de Vida) e  Health Hero  (Herói da Saúde) oferecidos pelo escritório. Cada prêmio foi projetado para representar uma fita de DNA, que reflete o fato de a fibrose cística ser uma doença genética.

“Esses prêmios não são apenas bonitos, eles também representam o progresso que a CFF tem feito na luta contra essa doença”, disse a especialista em desenvolvimento da CFF Alyssa Maher. “Saber que o Russell, que tem FC, usou seus pulmões para criar essas lindas peças é notável”.

Russell está feliz por poder dividir uma parte dele com a comunidade local.

“Sem a FC, eu seria outra pessoa”, ele disse. “A FC me ensinou a ser uma pessoa mais forte, mais motivada. Eu não uso minha doença como uma muleta ou desculpa para não prosperar. Eu a uso como uma razão para usufruir o máximo da vida.”

Mais informações sobre Russell podem ser encontradas em seu site (em inglês): http://russellswhite.com/whitehot/

*Nota da tradutora.

Fonte: http://www.cff.org/LivingWithCF/InTheSpotlight/

Tradução: Talita Crozeta, voluntária de Relações Internacionais do Instituto Unidos pela Vida

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui