Marcha na fibrose cística: análise de dois pacientes

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 04 de janeiro de 2021

Resumo da pesquisa realizada por João Marcelo Araujo Vieira, Bianca Alves Vagueira, Claudia Tosato, Alessandra S. Salomão, Vera Lúcia dos Santos Alves, Renata Calhes Franco. O artigo fez parte do volume exclusivo sobre fibrose cística da revista Visão Acadêmica da Universidade Federal do Paraná (UFPR), edição lançada em setembro de 2020 em alusão ao Mês Nacional de Conscientização sobre a Fibrose Cística e que pode ser acessada na íntegra clicando aqui.

A fibrose cística trata-se de uma doença que gera comprometimentos, predominantemente, no sistema respiratório e gastrointestinal, estes, podem repercutir em todos os outros sistemas incluindo o musculoesquelético, que pode afetar o ciclo de marcha normal.

O gsensor portátil é capaz de analisar a cinemática da marcha e o Timed up and Go (TUG), é um teste prático utilizado como instrumento de avaliação da mobilidade funcional. O objetivo deste estudo foi avaliar as principais alterações na marcha decorrentes da fibrose cística na população jovem que frequenta um ambulatório de fisioterapia.

Trata-se de um estudo do tipo observacional de série de casos com amostra por conveniência, composta por 2 adolescentes com fibrose cística. Os resultados da análise cinemática demonstraram alteração em ambas pacientes quanto à fase de apoio e cadência da marcha, porém, os resultados do TUG test não demonstraram alteração quanto a mobilidade funcional e as mesmas conseguiram executar todas as fases do teste.

As pacientes da amostra do estudo apresentaram alterações no ciclo da marcha sem o comprometimento da funcionalidade. São necessários mais estudos com uma maior amostra e que levem em consideração a associação de outras variáveis biológicas sobre a marcha.

Você pode conferir esse estudo na íntegra e saber mais sobre os pesquisadores clicando aqui.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui