APAM cria aplicativo para auxiliar pessoas com Fibrose Cística e familiares

Categoria: Associações de Fibrose Cística - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 03 de junho de 2020

Lançado pela Associação Paulista de Assistência à Mucoviscidose (APAM) em 22 de abril de 2019, o aplicativo MonitoraFC tem como principal objetivo guardar e acompanhar os dados de saúde de pessoas diagnosticadas com Fibrose Cística, na visão do paciente e de seus familiares.

Disponível para download no Google Play e na Apple Store para pessoas de todas as regiões do Brasil, essa primeira versão do aplicativo buscou priorizar as informações cadastrais do paciente, sendo possível registrar desde o seu tipo sanguíneo até as suas mutações, acompanhamento da função pulmonar, peso, altura, glicose, colesterol e outras informações importantes. Com o cadastro destes dados, é possível acompanhar a evolução de cada item em um gráfico de linha do tempo. Até março de 2020, o aplicativo já conta com 340 usuários cadastrados.

De acordo com o presidente da APAM, Jether Fernando Cardoso, muitos pacientes e familiares não conseguem organizar ou guardar as informações referentes à saúde de maneira adequada e, quando isso acontece, nem sempre esses dados estão acessíveis.

“A rotina de quem tem Fibrose Cística é complexa e, por conta do grande número de informações e ocorrências relacionadas ao tratamento e acompanhamento diário, muitos dados históricos importantes podem ser perdidos ou esquecidos. Por isso, tivemos a ideia de criar uma plataforma eficaz e segura para registrar essas informações e possibilitar ao paciente a oportunidade de ter os dados sobre a sua saúde na palma da mão. Com o apoio de parceiros que acreditaram nessa ideia, conseguimos os recursos para realizar o desenvolvimento e hoje o aplicativo é uma realidade”, contou Jether.

O presidente da APAM ainda afirma que o MonitoraFC é um importante canal de comunicação e que pode transmitir online as ocorrências nos Centros de Tratamento e Farmácias de Medicamentos Especializados relacionadas à falta de medicamentos e condições de atendimento.

“Conseguimos levar esses dados para reuniões com a Secretaria da Saúde, utilizar em ofícios que enviamos semanalmente sobre o monitoramento que realizamos em relação ao fornecimento dos medicamentos e em outras ações que visam garantir  nossos direitos. Isso empodera o paciente e permite que ele tenha informações importantes no próprio celular e transforma o aplicativo em uma ferramenta poderosa de fiscalização sobre todo o processo de dispensação e atendimento do Poder Público. Quando recebemos ocorrências de outros estados do país, direcionamos as demandas para as associações locais para que as devidas providências sejam tomadas”, afirmou Jether.

Ajuda com o tratamento

Além de ser uma plataforma para armazenamento de dados e um espaço para que os pacientes, responsáveis e cuidadores possam informar a associação sobre a falta de medicamento e aspectos do atendimento nos Centros de  Referência, o MonitoraFC também é uma ferramenta importante para a adesão ao tratamento.

“Conforme os dados sobre o tratamento são inseridos no aplicativo, um cadastro de eventos acontece e ele gera alertas de compromissos, como data de consulta, data para buscar medicamentos, hora da inalação, fisioterapia e outras informações importantes relacionadas ao tratamento diário da Fibrose Cística. Não temos dúvidas de que isso auxiliará na organização e lembretes para que o paciente cumpra com sua rotina diária de tratamento da melhor maneira possível”, ressaltou.

“Todos nós que, de alguma forma, estamos envolvidos com a comunidade da Fibrose Cística, temos uma missão. A medida que colocamos nossas habilidades e conhecimento à disposição para o benefício das pessoas diagnosticadas com a doença, cumprimos com esse propósito. Como profissional da tecnologia, sempre pensei que deveríamos ter uma ferramenta como o MonitoraFC. Depois de muitas horas de dedicação e estabelecimento de parcerias, conseguimos realizar esse sonho. Hoje, o aplicativo é uma realidade e é o primeiro no Brasil destinado exclusivamente para a comunidade da Fibrose Cística. Com ele, vamos consolidar dados estatísticos para relatórios de pesquisa e atuar com foco nos temas que estejam afetando a qualidade de vida e o acesso ao tratamento dos pacientes. O MonitoraFC foi criado para toda comunidade de Fibrose Cística do Brasil. Sabemos que há muito para melhorar e contamos com a ajuda de todos para o aprimoramento desse aplicativo que é de todos nós”, finalizou Jether.

Sobre a APAM:

Endereço: Av. Pedroso de Morais, 579 – sala 5 – Pinheiros – São Paulo/SP – CEP: 05419-000

Site: http://www.apam.org.br/

E-mail: apam@apam.org.br

Telefone: (11) 3262-5472 (Das 13h às 17h)

Por Kamila Vintureli

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui