Cuidando de quem cuida: a importância de zelar pela saúde dos cuidadores de uma pessoa com fibrose cística

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 19 de abril de 2021

Resumo da pesquisa realizada por Verônica Del Gragnano Stasiak Bednarczuk de Oliveira. O artigo fez parte do volume exclusivo sobre fibrose cística da revista Visão Acadêmica da Universidade Federal do Paraná (UFPR), edição lançada em setembro de 2020 em alusão ao Mês Nacional de Conscientização sobre a Fibrose Cística e que pode ser acessada na íntegra clicando aqui.

A rotina de pessoas com doenças crônicas, como a Fibrose Cística (FC), afeta, além da pessoa acometida por ela, toda sua família e, em especial, aquele que ocupa o papel de cuidador principal. A tarefa de cuidar exige esforço físico, emocional, tempo e conhecimento acerca da condição que acomete à quem está sendo cuidado, gerando uma grande alteração do cotidiano da família.

Embora os cuidadores, que são na sua grande maioria mulheres representadas pela figura materna, exerçam um papel de extrema relevância na vida de uma pessoa com FC, discute-se o quanto seu autocuidado é deixado de lado em detrimento da responsabilidade de cuidar do outro, bem como a grande reestruturação da sua vida e rotina.

Sabe-se que o principal foco de atendimento das equipes multidisciplinares será a pessoa com FC, contudo, apresenta-se neste trabalho a repercussão deste diagnóstico na estrutura familiar, e por consequência na vida do cuidador, objetivando evidenciar a importância de também zelar pela saúde do cuidador.

Você pode conferir esse estudo na íntegra e saber mais sobre os pesquisadores clicando aqui.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui