Relatório Brasileiro de Fibrose Cística 2017 é lançado pelo GBEFC

Categoria: Notícias - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 04 de fevereiro de 2020

Foi lançado pelo Grupo Brasileiro de Estudos de Fibrose Cística (GBEFC) o Registro Brasileiro de Fibrose Cística (REBRAFC) 2017. O documento pode ser acessado no portal do Grupo, clicando aqui, e traz dados demográficos, de diagnóstico e tratamento de pessoas diagnosticadas com Fibrose Cística no Brasil

O principal objetivo do Registro é melhorar a atenção à doença em nosso país, atuando como o principal recurso documentado da real situação dos pacientes brasileiros e a evolução desse cenário ao longo dos anos. O REBRAFC 2017 é a nona edição do documento, que teve sua primeira publicada com dados de 2009. Você pode acessar todos os relatórios anuais clicando aqui.

Esse relatório traz mais dados sobre genética em comparação às edições anteriores, resultado do projeto de genotipagem também coordenado pelo GBEFC. Já são cerca de 80% dos pacientes com estudo genético no país. Além disso, o documento também apresenta resultados de pesquisas sobre vários temas relacionados à Fibrose Cística, como as exacerbações respiratórias agudas, que atingem mais de 49% dos pacientes.

Sobre o GBEFC

Criado em 2003, o Grupo Brasileiro de Estudos de Fibrose Cística (GBEFC) é uma organização sem fins lucrativos composta por profissionais de saúde atuantes na área e que realizam a divulgação de pesquisas, treinamento de pessoal e auxílio na implantação de Centros de Tratamento da Fibrose Cística no país, além da realização de congressos nacionais sobre a doença e atuação junto ao Ministério da Saúde para a definição de um protocolo nacional de atenção à Fibrose Cística. Você pode acessar o site do GBEFC em  www.gbefc.org.br para ter acesso à diversas informações sobre a patologia e a todos os relatórios anuais,  disponíveis para download gratuito em português e inglês.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui