Depoimento – Tayná Segala

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 28 de julho de 2020

O Unidos pela Vida – Instituto Brasileiro de Atenção à Fibrose Cística entrevistou a Tayná Segala e compartilha agora com vocês um pouco mais sobre a história dessa guerreira de fibra!

A Tayná mora em São Paulo, na região do ABC, e tem 20 anos de idade. Recentemente, em maio de 2020, Tayná foi diagnosticada com Fibrose Cística, doença que desconhecia completamente até então.

“Confesso que ainda estou processando tudo isso que está acontecendo na minha vida. Foi um choque, pois nunca imaginei que receberia uma notícia como essa, mas com o tempo tenho certeza que tudo vai se encaixar. Há 18 meses tive minha primeira pneumonia, situação que me deixou internada. Após um tempo no hospital, voltei para a casa bem melhor, mas alguns dias se passaram e tive que retornar pois fiquei mal novamente. A pneumonia retornava e ninguém sabia o real motivo de tantas repetições. Foi nesse momento que comecei o tratamento com um Pneumologista, e após vários exames e a realização do Teste do Suor, descobri que tenho Fibrose Cística”, relembrou Tayná.

Apesar das pneumonias terem acontecido recentemente, desde a infância Tayná já apresentava sintomas da doença, como problemas digestivos e dificuldade para ganhar peso e estatura. Após o diagnóstico, a equipe que a acompanha em Santo André aguarda o resultado do exame genético para dar início ao tratamento para a Fibrose Cística.

“Agora estou bem e me recuperando da última pneumonia. No momento, estou apenas pensativa em relação a tudo que está acontecendo. Meu único contato com a Fibrose Cística tinha acontecido quando assisti ao filme “A Cinco Passos de Você”, porém não sabia realmente do que se tratava a doença. Quando realizei o Teste do Suor, meus pais começaram a conversar comigo sobre a doença. Eles estavam preocupados, mas me apoiando, como sempre. Quando o diagnóstico foi confirmado, fiquei desesperada, com medo, não sabia o que ia acontecer, mas agora, com todo o suporte da minha família, estou muito mais tranquila com o diagnóstico. Comecei a entender e conhecer mais sobre a doença e sei que está tudo nas mãos de Deus”, afirmou.

Tayná já terminou os estudos e atualmente trabalha como maquiadora, designer de sobrancelha e micropigmentadora.

“Minha mãe é dona de um salão de beleza aqui na cidade e trabalho junto com ela. Faço vários cursos nessa área e pretendo aprender e evoluir cada dia mais. Meu principal objetivo é seguir focada nessa área e agora, com o diagnóstico da Fibrose Cística, falar sobre a doença nas redes sociais para mais pessoas conhecerem sobre a patologia e apoiarem a causa. Esses são meus principais planos, o resto está nas mãos de Deus. Sinto que tudo que está acontecendo tem um propósito, nada acontece sem motivo nessa vida”, ressaltou.

Para finalizar, Tayná deixa uma linda mensagem cheia de amor e motivação para todas as pessoas com Fibrose Cística do Brasil e seus familiares.

“Amem e abracem a causa da Fibrose Cística, pois todos nós temos um propósito com essa situação. Independente do que for, todos nós somos chamados para algo em que Deus cumprirá sua vontade por meio de nós. Ele está cuidando de tudo!”, finalizou Tayná.

Por Kamila Vintureli

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui