Estudos comprovam os benefícios do Exercício Físico na Fibrose Cística

Categoria: Equipe de Fibra - Postador por: Instituto Unidos pela Vida - Data: 19 de fevereiro de 2013

Exercícios e Fibrose Cística

Exercício físico costumava ser desencorajado para pessoas com Fibrose Cística (FC) pois pensava-se que o excesso de esforço aumentaria os problemas respiratórios.  Agora sabemos que o oposto é, na verdade, o correto. Estudos mostraram que atividade física regular oferece vários benefícios a pessoas com Fibrose Cística.

Por quê exercício?

Os benefícios de um estilo de vida ativo à saúde são amplamente reconhecidos para todas as pessoas, mas exercitar-se é especialmente importante para pessoas com Fibrose Cística já que pode:

Que tipo de exercício pessoas com FC devem fazer?

Enquanto a maioria dos portadores da doença podem tolerar diversos tipos de atividade física, a quantidade e o tipo de exercício que cada pessoa pode suportar varia de acordo com a severidade da doença. Pessoas com FC devem trabalhar com a sua equipe de saúde para desenvolver uma rotina de exercícios adequada.  Para os que podem, exercícos aeróbicos são os que trazem mais vantagens. Eles incluem corrida, natação, pedaladas ou outras atividade vigorosas que aceleram o batimento cardíaco e deixam a respiração mais pesada.

Quanto e com que frequência as pessoas com FC devem se exercitar?

A regra geral é o maior benefício do praticante. Planos de exercícios devem incluir 20-30 minutos de atividade aeróbica três vezes por semana. Entretanto, qualquer quantidade de exercício é melhor que exercício algum, e as rotinas devem ser ajustadas de acordo com o nível de tolerância de cada um.

Dicas para o sucesso

Para aproveitar o máximo da atividade e prevenir possíveis contratempos, pessoas com Fibrose Cística devem estar atentar a algumas precauções extras ao se exercitar.

Evitar desidratação: A perda de suor e sais minerais durante a prática podem levar qualquer pessoa à desidratação, especialmente quando o tempo estiver quentte. Quem tem Fibrose perde mais sais através do suor em comparação a quem não tem, o que traz um maior risco de complicações por desidratação. Mas ela pode ser refreada pela reposição de líquidos e sais ingerindo bebidas isotônicas ou bebendo água e comendo lanchindos salgados.

Prevenir perda de peso: Exercícios aumentam a necessidade energética do corpo, que já é alta em pessoas com Fibrose Cística. Para evitar a perda de peso, é importante ingerir calorias suficientes para repor as que são queimadas durante a atividade física. Os planos de exercícios devem ser discutidos com um Nutricionista especializado em FC para recomendar a melhor dieta.

Limpeza das vias aéreas: Muitas pessoas com FC observaram que fazendo a limpeza das vias respiratórias antes da atvidade física aumentava sua tolerância ao exercício. E como um bônus adicional, o exercício sozinho pode desprender as secreções, então é possível que seja necessário fazer uma nova limpeza depois da atividade.

Fonte: http://cysticfibrosis.about.com/od/treatment/a/exercise.htm

Artigo original retirado de: Hind, K., Truscott, J.G., Conway, S.P. “Exercise During Childhood and Adolescence: A prophylaxis Against Cystic Fibrosis-related Low Bone Mineral Density? Exercise for Bone Health in Children with Cystic Fibrosis”. Journal of Cystic Fibrosis. 2008. (Article in Press)

Tradução: Talita Crozeta, Voluntária de Relações Internacionais do Instituto Unidos pela Vida

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

 

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui