ACAM-RJ participa de Seminário Estadual de Triagem Neonatal

Categoria: Eventos - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 14 de novembro de 2019

No dia 06 de novembro de 2019 foi realizado no auditório do Conselho Regional de Odontologia (CRO-RJ), no Centro do Rio de Janeiro, o Seminário Estadual sobre Triagem Neonatal. A Associação Carioca de Assistência à Mucoviscidose (ACAM-RJ) participou do evento.

Durante o Seminário foram abordados temas como a Política Estadual de Triagem Neonatal, a Apae e o Teste do Pezinho, os avanços e os retrocessos do exame no estado, o Teste do Pezinho Ampliado, além da atuação do Rio de Janeiro no Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN).

O presidente da ACAM-RJ, Cristiano Silveira, participou do Seminário representando a entidade. Ele também é coordenador do grupo de trabalho da triagem neonatal no Conselho Estadual de Saúde (CES). Relembrando a história da formação do GT, Cristiano contou que a associação brigou muito pela habilitação do Rio de Janeiro na fase III do PNTN, que incluiu a Fibrose Cística entre as doenças triadas no Teste do Pezinho oferecido na rede pública. 

“Isso só aconteceu em 2011, dez anos depois do início do PNTN! Em 2016, com a constatação de que nenhum bebê aparecia na ACAM-RJ, acionamos o CES e o Ministério Público e com isso descobrimos os problemas no  Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione (IEDE) que levaram à descontinuidade dos exames. Exigimos providências e a APAE-Rio foi contratada. Infelizmente 105 mil exames ficaram sem ser processados nesse período. Depois de muita briga, avaliamos que o serviço melhorou muito e hoje os bebês voltaram a ser identificados e encaminhados para tratamento”, relembrou Cristiano.

O presidente da ACAM-RJ ainda afirmou que o controle social exercido pelo CES foi fundamental nesse processo, além de reconhecer a importância do programa e a necessidade de constante monitoramento e melhorias. O seminário contou também com  a participação da Regina Próspero, do Instituto Vidas Raras, que apresentou a campanha “Teste do Pezinho Ampliado”.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui