Corrida e Caminhada 2020 #EUPARTICIPEI: depoimento Andréia Graupner

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 12 de novembro de 2020

A Corrida e Caminhada Virtual da Fibrose Cística 2020, que integrou o calendário de ações do Setembro Roxo – Mês Nacional de Conscientização sobre a Fibrose Cística, foi um verdadeiro sucesso. Foram 365 inscritos de todo o país entre pessoas com fibrose cística, familiares, amigos, apoiadores da causa e atletas amadores e profissionais.

Para celebrar estes resultados, o Unidos pela Vida – Instituto Brasileiro de Atenção à Fibrose Cística lançou está trazendo vários depoimentos de pessoas que participaram da prova. 

E o novo relato é da Andréia Graupner. Ela é a mãe de fibra da Maria Luiza, de 2 anos e diagnosticada com fibrose cística quando tinha pouco mais de 1 mês por meio do Teste do Suor. Essa família de fibra mora na cidade de Águas Mornas/SC e participou da Corrida e Caminhada Virtual da Fibrose Cística 2020.

“Nossa rotina nesta pandemia está bem agitada, estamos na luta contra uma bactéria. Tudo está mais intenso, passamos pela mudança para a casa nova, o que exigiu a adaptação de todos. A Mariazinha já estava se habituando quando vinha visitar a obra, mas como aqui ainda não estamos com os muros finalizados, eu fico com ela mais dentro de casa para evitar qualquer imprevisto. Por isso, neste cenário, estávamos gastando toda a energia com atividades dentro de casa mesmo, sempre se esforçando muito para realizar todo o tratamento da melhor forma possível”, afirmou Andréia.

Quando viu a divulgação da corrida virtual, Andréia confessa que não pensou em se inscrever pois tinha medo que a Maria não conseguisse realizar a atividade ou acabasse se machucando.

“Meu medo era ela se esforçar e não perceber o momento de parar. Ela é muito agitada e às vezes quando está brincando de pular ou correr, mesmo quando fica muito ofegante, não para. Porém, como ela adora sair para caminhar, resolvi fazer a inscrição. No dia que havíamos programado para a caminhada de 1km eu estava bem atarefada em casa e acabou escurecendo mais rápido do que imaginei, mas tanto ela quanto a irmã Maria Eduarda estavam ansiosas e muito empolgadas para realizar a atividade. Como aqui é uma rua escura e sem muito movimento, eu estava com um pouco de receio de sair com elas a noite, mas ao ver as duas prontas e animadas eu coloquei meu tênis e saímos no escuro só com a lanterna do celular”.

E foi assim que essa família de fibra inspiradora iniciou a caminhada de 1km da fibrose cística. Para Andréia, o momento foi de verdadeira emoção e superação para todos.

“Foi emocionante ver ela empolgada, caminhando e cantando com a irmã. Em alguns momentos ela afirmava estar com medo do escuro, mas seguimos incentivando e dizendo que ela não precisava ter medo, pois sua mãe estava iluminando o seu caminho. E assim ela seguia cantando. No meio do trajeto, quando completamos 580 metros, pausamos o tempo e batemos a foto da Maria, que estava radiante. O restante do percurso fizemos voltando para casa, completando 1km de caminhada”, relembrou Andréia.

E foi assim que a incrível Maria Luiza, a nossa menina de fibra, completou a caminhada virtual da fibrose cística e inspirou a todos com sua força e dedicação para realizar a prova.

“Conseguir realizar a caminhada foi mais uma prova da guerreira que a Mariazinha é e eu ter permitido que ela tentasse me mostrou, mais uma vez, que ela é capaz de tudo. Participar da caminhada virtual da fibrose cística foi uma verdadeira lição de vida e nos mostrou que, mesmo quando achamos que não conseguimos ou não somos capaz de fazer algo, nós ao menos devemos nos dar a chance de tentar”.

O Unidos pela Vida parabeniza a família da Andréia Graupner e todos que participaram da Corrida e Caminhada Virtual da Fibrose Cística. Clique aqui e confira todos os resultados da ação.

Por Kamila Vintureli

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui