Isolamento social: melhor escolha para evitar a Covid-19 – Série Especial Coronavírus

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 17 de julho de 2020

A Série Especial Coronavírus, criada pela equipe do Unidos pela Vida – Instituto Brasileiro de Atenção à Fibrose Cística, reforça agora a importância de permanecermos em isolamento social para evitar a contaminação pela Covid-19.

Desde o início da pandemia causada pelo novo Coronavírus, optar pelo isolamento social foi uma das principais recomendações dadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para evitar que o vírus se espalhe ainda mais, e essa segue como a medida mais eficiente para se proteger da Covid-19.

Infelizmente, após mais de 3 meses desde o início da pandemia no Brasil, os casos de pessoas contaminadas têm aumentado de maneira rápida em nosso país. Por isso, apesar de algumas cidades estarem reabrindo o comércio e serviços considerados não essenciais (como academias e shoppings), é fundamental que pessoas com Fibrose Cística permaneçam em isolamento social até que a pandemia esteja controlada em nosso país.

Além da OMS, essa também é a recomendação do Grupo Brasileiro de Estudos de Fibrose Cística (GBEFC). O GBEFC também reforça que outras medidas de higiene e proteção são fundamentais para se proteger do vírus durante a pandemia. Confira abaixo as principais recomendações e proteja-se!

– Lave as mãos regularmente, principalmente depois de estar em locais públicos; 

– Evite tocar em qualquer superfície tocada regularmente, como maçanetas e corrimãos;

– Evite ao máximo tocar o rosto, a boca e os olhos; 

– Use álcool gel 70% com frequência;

– Evite contato próximo com qualquer pessoa com sintomas respiratórios;

– Verifique se a vacinação contra outras infecções evitáveis está em dia, incluindo a vacinação contra Influenza;

– Use máscaras de proteção caso precise sair de casa. Não esqueça de trocar o item a cada duas horas ou quando ficar úmido.

Preciso sair de casa, o que fazer?

Sabemos que, mesmo com os riscos de contaminação, muitas pessoas não puderam optar por permanecer em isolamento social. Essa situação acontece principalmente entre os familiares de pessoas com Fibrose Cística, que seguem com a rotina de trabalho ou precisam sair para realizar outras atividades, como fazer compras no supermercado, por exemplo.

Por isso, caso você ou seu familiar precise sair de casa, seguir as recomendações abaixo é fundamental para se proteger.

– Permaneça o tempo todo em que estiver fora com uma máscara de proteção. Troque a cada 2 horas ou quando perceber que está ficando úmida;

– Leve com você um frasco de álcool em gel e utilize com frequência;

– Lave as mãos com água e sabão, por no mínimo 20 segundos, antes de sair e quando chegar;

– Ao retornar, retire as roupas que utilizou externamente e as lave imediatamente, assim como os sapatos. Na sequência, evite tocar objetos compartilhados antes de lavar as mãos ou tomar banho;

– Trouxe algum objeto ou alimento junto com você? Lembre-se de higienizá-los antes do armazenamento ou consumo.

Flexibilização não significa descuidar!

Sabemos que muitas cidades estão adotando medidas flexíveis e reabrindo estabelecimentos, mesmo com o número crescente de casos no país. Mas isso não significa que devemos deixar os cuidados de lado. Se possível, permaneça em isolamento social, siga as recomendações de higienização das mãos e o uso de máscaras. 

Em caso de dúvidas sobre suas próximas consultas, lembre-se sempre de entrar em contato com o Centro de Referência onde realiza o acompanhamento para se informar sobre quais medidas estão sendo adotadas por lá.

Por Kamila Vintureli

Referências:

https://www.cysticfibrosis.org.uk/news/uk-cf-medical-associations-statement-on-coronavirus/

https://www.who.int/news-room/q-a-detail/q-a-coronaviruses

http://portalgbefc.org.br/site/pagina.php?idpai=9&id=241

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui