Paciente | Ane Mocellin

Categoria: Vivendo com FC - Postador por: Instituto Unidos pela Vida - Data: 10 de março de 2010

“Tenho 20 anos, sou de Porto Alegre. Sou portadora de Fibrose Cística, trato desde o meu 3º mês de vida como suspeita, no Hospital de Clinicas de Porto Alegre, vindo a confirmar o diagnostico com 11 meses, após uma cirurgia de estômago.

No início do tratamento fiquei por várias vezes na UTI, todas elas encubada, por causa de pneumonias de repetição, por aspirar.  Durante o passar dos anos as internações foram diminuindo, hoje faz 4 anos que não preciso baixar hospital. Minha rotina é como qualquer outro paciente, no momento estou num curso técnico de Publicidade e Propaganda, consigo ter uma vida “normal” dentro das nossas limitações.

Quando criança os médicos diziam a minha mãe que não iria sobreviver muito, primeiro diziam que era até os 7 anos, depois até a adolescência, acho que eles por sorte se enganaram.

Foi muito difícil os primeiros anos de vida, tanto no lado da doença como no lado psicológico, acho que nunca é fácil pra ninguém, mas somos fortes e sabemos lidar com tudo.

Por várias vezes fui motivo de chacota na escola, me chamavam de diferente, de doente e viviam dizendo que não iria chegar à fase adulta, convivi durante anos com pessoas deste tipo, não só colegas de aula, pior ainda, professores!

Em relação a meu namorado nunca tive problemas, graças a DEUS achei uma pessoa que compreende e aceita as minhas limitações e que acaba sendo dele também.

Tenho mais que agradecer por tudo, minha mãe que sempre esteve do meu lado, nem um minuto me deixou, e sempre acreditou que eu iria sobreviver, não permitia pessoas com pensamentos negativos perto de mim.

Até hoje continua sempre do meu lado, com certeza minha melhor amiga.

Minha família que sempre me apoiou que sempre esteve presente em todos os momentos, isso é muito importante, apoio das pessoas que amamos.

Não tenho muito amigos, mas os que tenho sei que são verdadeiros, porque sempre que precisei deles eles estavam lá.

Com certeza não é fácil ter Fibrose Cística, mas com fé e força conseguimos superar as coisas ruins da vida.

Nunca sabemos quanto tempo de vida temos, tendo ou não uma doença. Parece fácil falar mas temos que amar as pessoas, tentar viver de bem, ser feliz e o resto é com alguém lá de cima!!

Força para todos nós!! Pacientes, familiares e amigos.

Ane”

Depoimento enviado para a equipe do Instituto Unidos pela Vida por e-mail por Anne Mocellin.
Este relato tem cunho informativo. Não pretende, em momento algum, substituir ou inferir em quaisquer condutas médicas. Em caso de dúvidas, consulte sua equipe multidisciplinar.

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui