Gabriela Correia – Conheça os palestrantes do 1º Simpósio Brasileiro Interdisciplinar sobre Fibrose Cística

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 16 de novembro de 2020

Fisioterapeuta, presidente da Associação Sergipana de Fibrose Cística (Inspira) e mãe de dois adolescentes com fibrose cística, Gabriela Correia integrará a mesa Fisioterapia e exercício físico: aliados perfeitos no tratamento do 1º Simpósio Brasileiro Interdisciplinar sobre Fibrose Cística, ao lado do fisioteapeuta, Dr. Jefferson Veronezi, e de Cláudia Cometti, diagnosticada com fibrose cística e mãe de uma criança que também tem a doença.

O simpósio acontece nos dias 20 e 21 de novembro, será 100% online e está com inscrições abertas em www.congresse.me/eventos/simposiofc2020. Basta acessar para conferir a programação completa e garantir a sua vaga.

Conversamos com a Gabriela sobre sua participação no evento. Confira:

Quando teve seu primeiro contato com a fibrose cística e o que mudou na sua vida desde então?

Como fisioterapeuta nunca havia tido contato com a fibrose cística. Quando me tornei mãe, em 2007, eu trabalhava em UTI com fisioterapia respiratória e nunca havia tratado pessoas com a doença. Mas no primeiro mês de vida dos meus filhos, eles receberam o diagnóstico para fibrose cística. A partir disso minha vida profissional mudou, pois saí do ambiente de atuação hospitalar e de terapia intensiva com o objetivo de evitar a contaminação com bactérias mais resistentes, e fui trabalhar com neuropediatria. Também passei a estudar muito a fibrose cística, a atuação da fisioterapia na doença, tanto para aplicar as técnicas em meus filhos quanto para orientar as famílias aqui de Sergipe. Quando recebi o diagnóstico também passei a juntar essas famílias em reuniões presenciais e virtuais, sempre levando informações sobre como fazer a fisioterapia e sua adequação para a necessidade de cada um.

Conte um pouco sobre o que as pessoas podem esperar da sua participação no simpósio.

Podem esperar a visão de uma profissional da saúde que está dos dois lados, do lado dos profissionais, como fisioterapeuta, e de mãe de dois adolescentes diagnosticados com fibrose cística. Em cada local, em cada situação em que estamos neste cenário, temos um olhar diferenciado. Nesse sentido, eu nunca terei o olhar da pessoa que tem a doença, por mais que eu conviva de perto com elas, ao lado dos meus filhos. A primeira vez que eu percebi isso foi quando pedi para a minha filha fazer algo relacionado ao tratamento da doença. Ela relutou e me disse ‘Você não sabe o que é ter fibrose cística e ter que fazer isso todos os dias’. Realmente, ela tem razão. Eu sei o que é ser mãe, eu sei o que é ser fisioterapeuta, mas o olhar do paciente é único e somente dele.

O simpósio estará aberto para a participação de toda a comunidade da fibrose cística do país, desde pacientes e familiares até profissionais da saúde e estudantes. Na sua opinião, qual a importância dessa pluralidade de público?

Acho fantástico que o simpósio esteja aberto para toda a comunidade da fibrose cística. Quanto mais pessoas envolvidas com a realidade da doença – sejam elas profissionais da saúde, indivíduos diagnosticados ou familiares -, tenham conhecimento sobre o tema, maior será o empoderamento, aumentando o poder de decisão e conhecimento. Após o diagnóstico dos meus filhos eu participei de um congresso de fibrose cística. Eu me inscrevi como fisioterapeuta e, a partir daquele momento, passei a conhecer muitas pessoas da comunidade da fibrose cística do Brasil e a aumentar meu conhecimento sobre o tema, ajudando outras pessoas e famílias enquanto seguimos esperando a cura.

Garanta a sua vaga!

O 1º Simpósio Brasileiro Interdisciplinar sobre Fibrose Cística é uma realização do Instituto Unidos pela Vida, conta com o apoio do Grupo Brasileiro de Estudos de Fibrose Cística (GBEFC) e da Associação Brasileira de Assistência à Mucoviscidose (Abram), e patrocínio de Roche e Sementes Jotabasso. 

O evento trará um panorama sobre a realidade da fibrose cística no Brasil nos últimos 10 anos, com mesas e painéis que promoverão reflexões sobre o passado, a atual realidade da doença no país e as perspectivas de avanços para o futuro. Acesse www.congresse.me/eventos/simposiofc2020 para saber a programação completa e se inscrever.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui