Perguntas e Respostas da Fundação Americana de Fibrose Cística sobre o Coronavírus

Categoria: Coronavírus - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 18 de março de 2020

A fundação americana de Fibrose Cística, Cystic Fibrosis Foundation (CFF), preparou uma série de perguntas e respostas visando abordar questões importantes recebidas da comunidade americana de Fibrose Cística em relação ao surto de coronavírus (COVID-19). Traduzimos todas elas para vocês, porém, considerando que a situação no Brasil é diferente, ressaltamos a importância de você sempre conversar com sua equipe médica! 

Foram incluídas informações sobre o risco para as pessoas que têm doenças crônicas  e as medidas que podem ser tomadas para sua proteção e a proteção de seus familiares com Fibrose Cística. Confira abaixo todas as perguntas e respostas!

As pessoas com Fibrose Cística têm maior risco na infecção por coronavírus, o COVID-19?

Evidências mostram que pessoas com doenças crônicas, incluindo doença pulmonar, parecem estar em maior risco de doença grave decorrente da COVID-19. Sugere-se um cuidado maior quando sair em público, afastando-se de outras pessoas doentes, limite o contato próximo, lave as mãos com frequência e evite multidões. Além disto, tome cuidado com o contato com pessoas que acabaram de chegar de áreas de risco. 

A Fibrose Cística é uma doença complexa e que afeta diferentemente cada um que convive com ela; por isso recomendamos que você converse diretamente com sua equipe de cuidados em relação a questões específicas sobre sua saúde pessoal e seus fatores de risco.

Para quem tem FC no Brasil, é seguro ir para o trabalho ou para a escola?

Caso a COVID-19 esteja se espalhando em sua comunidade, são recomendadas medidas extraordinárias a fim de manter certa distância entre você e as outras pessoas, o que inclui ficar em casa o máximo de tempo possível e evitar aglomerações, especialmente em lugares pouco ventilados. 

As circunstâncias de cada indivíduo são únicas. Por isso, as questões sobre seus fatores de risco pessoais devem ser dirigidas à sua equipe de cuidados, que pode ajudar a determinar se você deve tomar outras precauções. Fique atento às recomendações do ministério da saúde e de demais órgãos regulatórios brasileiros, com relação à medidas de cautela. 

Para pessoas com Fibrose Cística é seguro viajar?

Para se preparar e evitar a COVID-19, a CFF recomenda que pessoas que vivem com Fibrose Cística considerem reagendar viagens planejadas para regiões afetadas pela COVID-19. No momento, a CFF também é as viagens para fora do país.

Para pessoas com Fibrose Cística é seguro continuar indo às consultas clínicas?

As pessoas com FC devem manter seus regimes de cuidados regulares. Em caso de dúvidas ou preocupações em relação à próxima consulta clínica, ou se você está em uma área afetada pela COVID-19, recomendamos que entre em contato com o seu centro de cuidados.

Devo armazenar medicamentos e suprimentos?

É recomendado que você se assegure de ter medicamentos e suprimentos para várias semanas, para o caso de precisar ficar em casa por períodos prolongados. 

Usar máscara impedirá que eu seja infectado?

De acordo com a CFF, não foi demonstrado que as máscaras cirurgicas de tecido comumente disponíveis protegem contra a infecção por COVID-19. Usar máscara pode ajudar a evitar a infecção de outras pessoas. Quem tem Fibrose Cística deve continuar seguindo as diretrizes que recomendam que pessoas com a doença usem máscara cirúrgica nesses ambientes para reduzir o risco de infecção cruzada por germes da FC.

As máscaras N95, ajustadas adequadamente, podem ajudar a impedir a transmissão do vírus da COVID-19. Durante este surto, recomenda-se atualmente o uso de máscaras N95 para profissionais de saúde e para outras pessoas que estão cuidando de alguém infectado por COVID-19 em ambientes fechados.

Foto: Saúde foto criado por freepik – br.freepik.com

Fonte: https://www.cff.org/Life-With-CF/Daily-Life/Germs-and-Staying-Healthy/What-Are-Germs/COVID-19-Community-Questions-and-Answers/ 

Traduzido por Vera Carvalho, voluntária de tradução para o Instituto Unidos pela Vida. Vera é tradutora profissional com especialidade na área científica (carvalho.vera.carvalho@gmail.com).

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui