Profissionais da saúde: participem das consultas públicas para fibrose cística na Conitec

Comunicação IUPV - 01/12/2021 16:58

Em novembro de 2021, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) disponibilizou quatro consultas públicas relacionadas à fibrose cística. São elas:

Consulta pública nº 101 do dispositivo individual de pressão expiratória positiva do tipo máscara (PEP)/pressão expiratória nas vias aéreas (EPAP) para o tratamento da fibrose cística (receberá contribuições até 13/12/2021)

– Consulta pública nº 103 sobre o uso da ventilação não invasiva no tratamento das manifestações pulmonares crônicas e graves de pacientes com fibrose cística (receberá contribuições até 13/12/2021)

– Consulta pública nº 104 do colistimetato sódico para pacientes com manifestações pulmonares de fibrose cística com infecção por Pseudomonas aeruginosa (receberá contribuições até 14/12/2021)

– Consulta pública nº 105 da elastase pancreática fecal para pacientes com dúvida diagnóstica de insuficiência pancreática exócrina em pacientes com fibrose cística (receberá contribuições até 14/12/2021)

Agora, após a publicação do Relatório de Recomendação da Conitec, as consultas públicas referentes aos quatro itens já estão disponíveis no site da Comissão e profissionais da saúde, centros de referência, sociedades médicas e representantes de conselhos de classe, podem e devem participar. Por isso, o Unidos pela Vida – Instituto Brasileiro de Atenção à Fibrose Cística traz agora informações importantes e específicas sobre como profissionais da saúde e demais entes relacionados à saúde podem contribuir.

Onde encontro as consultas públicas?

Basta acessar conitec.gov.br/consultas-publicas e localizar as consultas públicas citadas acima.

Como contribuir?

Para contribuir como profissional da saúde o primeiro passo é fazer a leitura do RELATÓRIO TÉCNICO disponibilizado no site da Conitec. Mas lembre-se: Para cada consulta, há um relatório técnico específico (um para fisioterapia com uso de PEP/EPAP, um para ventilação não invasiva, um para o colistimetato sódico e um para o teste de elastase pancreática fecal).

Onde contribuir?

Para deixar sua contribuição como profissional da saúde, você deve acessar o formulário intitulado TÉCNICO CIENTÍFICO que aparecerá na página 4, após o preenchimento dos seus dados nas 3 primeiras páginas do documento. 

Na pergunta 16 você deverá dizer se acha que o item avaliado na consulta pública em questão DEVE ou não ser incorporado ao SUS e na pergunta 17 você poderá deixar comentários sobre a sua resposta. Na sequência, compartilhe suas experiências com o medicamento ou tecnologia, e caso tenha documentos com evidências, você poderá anexá-los no item 26 do formulário.

Nesta questão, é fundamental que você apresente artigos e pesquisas que tragam informações sobre os benefícios que o item pode trazer para quem tem fibrose cística e compartilhe laudos com informações de pessoas que já utilizaram as tecnologias avaliadas e o impacto disso na vida de cada uma delas. Ao apresentar pesquisas, dados reais e informações técnicas sobre os itens, você aumentará a credibilidade e a qualidade da sua contribuição.

Mas lembre-se: você não deve fazer sua contribuição sobre os quatro itens no mesmo formulário. São avaliações e tecnologias diferentes, por isso, é fundamental que você participe com relatos sobre cada uma na consulta pública específica sobre ela.

Após terminar de preencher todos os seus dados pessoais e deixar a sua contribuição, não se esqueça de clicar no botão ENVIAR ao final da página para que sua participação seja encaminhada. Após enviar sua contribuição, lembre-se de convidar outros colegas profissionais que também atuam no cenário da fibrose cística para que possam contribuir.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco pelo telefone (41) 99636-9493 ou pelo e-mail contato@unidospelavida.org.br

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.