Vacinação contra a gripe em tempos de pandemia – Série Especial Coronavírus

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 21 de abril de 2021

A campanha nacional de vacinação contra a gripe (influenza) de 2021 teve início no dia 12 de abril e segue até 9 de julho. Este ano, para evitar o conflito com o calendário de imunização contra a covid-19, o Ministério da Saúde fez alterações na ordem dos grupos prioritários e dividiu o processo em três etapas. Pessoas com fibrose cística poderão se vacinar a partir da terceira etapa da campanha e crianças na primeira etapa, como descrito abaixo:

Primeira etapa (12/04 a 10/05) – crianças (maiores de 6 meses e com menos de 6 anos), gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

Segunda etapa (11/05 a 08/06) – idosos com mais de 60 anos e professores.

Terceira etapa (09/06 a 09/07) – demais grupos prioritários, como pessoas com comorbidades, doenças crônicas (como a fibrose cística), pessoas com deficiência permanente e caminhoneiros. Clique aqui para conferir a lista completa divulgada pelo Ministério da Saúde.

Devo me vacinar durante a pandemia?

Muitas pessoas estão com receio de se imunizar contra a influenza por conta da pandemia, porém, de acordo com o Ministério da Saúde, é fundamental que os grupos prioritários se vacinem. Com a garantia de que a população está protegida, os casos de diagnóstico rápido da covid-19 aumentam. Como os sintomas são semelhantes, quando o paciente chegar ao hospital apresentando esses sinais e informar que já recebeu a vacina contra a gripe, a equipe médica terá mais agilidade em focar na possibilidade do indivíduo estar ou não com covid-19.

Proteja-se!

Quando chegar a sua hora de se vacinar, use máscara de proteção e leve com você um pequeno frasco de álcool em gel para utilizá-lo com frequência. No local, caso tenha fila, mantenha uma distância de dois metros entre as pessoas ao seu redor. Não cumprimente ninguém com apertos de mão, abraços ou beijos, inclusive os profissionais da saúde, e utilize a máscara o tempo todo. 

Vacina contra a gripe x vacina contra a covid-19

De acordo com nota divulgada pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIM), não é recomendada a administração simultânea do imunizante contra a covid-19 com outras vacinas. Por isso, as pessoas que tomarem a vacina contra a gripe primeiro deverão esperar 15 dias para receber o imunizante contra a covid-19. Quem tomou primeiro a da covid-19, precisará aguardar 15 dias para se vacinar contra a gripe. Além disso, é importante lembrar que a vacina contra a influenza não previne a contaminação pela covid-19. 

Você pode saber mais sobre a vacinação contra a covid-19 clicando aqui. Acompanhe os canais oficiais de comunicação do seu município para não perder nenhuma informação sobre as campanhas de imunização na sua região e o avanço entre os grupos prioritários. Em caso de dúvidas, entre em contato com a equipe médica que faz o seu acompanhamento no Centro de Referência.

Referências

https://www.gov.br/saude/pt-br/media/pdf/2021/marco/16/informe-tecnico-influenza-2021.pdf 

https://sbim.org.br/noticias/1436-vacinas-covid-19-nao-devem-ser-coadministradas-com-outras-vacinas-informa-pni

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui