Jovem com fibrose cística cria canal no YouTube para compartilhar sua rotina com a doença

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 25 de março de 2021

Ana Júlia Mazziero tem 20 anos, mora em Londrina/PR, é estudante de fisioterapia e foi diagnosticada com fibrose cística com um ano e meio de idade após apresentar sintomas característicos da doença, como a dificuldade para ganhar peso e estatura. O diagnóstico possibilitou o início do tratamento adequado para a doença, situação que permanece até os dias de hoje.

Para compartilhar mais sobre sua rotina de tratamento para a fibrose cística e aspectos da sua vida relacionados à patologia, no início de 2021 Ana Júlia criou um canal no YouTube chamado “Ana Mazziero – minha vida com fibrose cística”, espaço que já conta com mais de 800 inscritos. Clique aqui para acessar e se inscrever. De acordo com Ana, o objetivo do canal foi ampliar o trabalho realizado em sua página no Instagram.

“Eu já atuo na divulgação da fibrose cística e compartilhamento da minha vida com a doença no Instagram há bastante tempo, mas decidi que chegou o momento de fazer a ampliação desse trabalho para outra plataforma, por isso escolhi o YouTube. Por lá eu consigo abordar as temáticas de maneira mais detalhada por meio de vídeos que possuem, em média, oito minutos de duração.”

Ana reforça que o objetivo central com a criação deste perfil é compartilhar mais sobre sua vida com a fibrose cística, trazendo não apenas conteúdos informativos e gerais sobre a doença – como sintomas, formas de diagnóstico e tratamento – mas também sua experiência em viver com uma doença rara. 

“Durante a produção desses materiais penso sempre em abordar os assuntos de maneira mais completa e mostrar que é possível sim ter fibrose cística, aderir corretamente ao tratamento e realizar os nossos sonhos. É viável aliar esses dois aspectos e acredito que eles estão diretamente ligados, já que seguir com o tratamento é fundamental para que eu tenha mais saúde e disposição para correr atrás dos meus objetivos.”

Clique aqui para acessar o canal no YouTube da Ana Mazziero e conferir os conteúdos já disponíveis por lá. O espaço é atualizado uma vez por semana, geralmente na sexta-feira. Aproveite para se inscrever e clicar no ícone em formato de sino para receber uma notificação toda vez que um novo vídeo for postado.

“Já publiquei mais de dez vídeos no canal que abordam temáticas variadas, como internação domiciliar, fibrose cística na escola e na faculdade, entre outros. Felizmente, o resultado está sendo muito positivo. O pessoal tem gostado bastante dos modelos e formatos que estou utilizando para os conteúdos e busco sempre ouvir as sugestões de quem me acompanha, principalmente em relação aos assuntos que gostariam de ver e as dúvidas que ficaram sobre o que já foi falado.”

Meninas de Fibra

Ana Júlia também é uma das idealizadoras e administradoras da página no Instagram “Meninas de Fibra”. Clique aqui para seguir. Nesta página, ao lado da Maria Eduarda Oliveira, que também tem fibrose cística, ela  atua na divulgação de conteúdos relacionados à doença, depoimentos de pessoas diagnosticadas, pesquisas realizadas na área, entre outras temáticas.

“Este projeto também teve a participação da incrível Danielle Mello, nossa eterna Mina de Fibra que, infelizmente, nos deixou em 2020. Seguimos com esse trabalho como uma homenagem a ela e a todas as pessoas que também estão na luta para viver com mais saúde e qualidade de vida. Espero que todos nos acompanhem por lá e em meu canal no YouTube para saber mais sobre a fibrose cística.”

Por Kamila Vintureli

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui