Atividades físicas para pessoas com Fibrose Cística com mais de 18 anos – Fisioterapia Respiratória

Categoria: Central de Conteúdo - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 11 de junho de 2020

No dia 08 de junho de 2020 foi ao ar uma nova videoaula do projeto Rodando o Brasil Online, realizado pela Vertex em parceria com o Unidos pela Vida – Instituto Brasileiro de Atenção à Fibrose Cística. E a temática tratada pelo Fisioterapeuta, Dr. Evanirso Aquino, nesta transmissão foram as atividades físicas indicadas para pessoas com Fibrose Cística com mais de 18 anos.

O Unidos pela Vida traz agora os principais pontos tratados durante a videoaula, que além de ser ministrada pelo Dr. Evanirso, também contou com a participação da fundadora e diretora geral do Instituto, Verônica Stasiak Bednarczuk de Oliveira. Vale a pena conferir!

Atividades físicas para pessoas com mais de 18 anos

A prática regular de atividades físicas traz inúmeros benefícios para a saúde e qualidade de vida de todos nós, e para quem tem Fibrose Cística isso não é diferente. Ela auxilia tanto na aptidão física quando na questão psicológica que envolve a sociabilidade e a autoconfiança.

A atividade física modifica e influencia os padrões respiratórios e a distribuição da ventilação, o que também auxilia na mobilização de secreções e na reversão de microatelectasias. Alguns dos benefícios dos exercícios físicos em pessoas com Fibrose Cística são:

Para os adultos diagnosticados com Fibrose Cística, recomenda-se que a modalidade de exercício seja escolhida com base no que a pessoa tem mais afinidade. Mas fique atento: antes de iniciar um programa de exercícios, solicite ao seu fisioterapeuta do Centro de Referência uma avaliação da sua capacidade de exercício.

Mantendo a flexibilidade do tórax

Vamos falar agora sobre os exercícios que irão ajudar na manutenção da flexibilidade do tórax. Nos adultos e adolescentes com Fibrose Cística é comum observar algumas alterações na forma do tórax. Essas deformidades ocorrem devido à sobrecarga na musculatura do tronco, situação causada pelo prejuízo da função pulmonar.

A maioria dos Centros de Tratamento recomenda a prática de atividade física como uma forma de minimizar tais comorbidades na vida adulta. Os exercícios de fortalecimento muscular do tronco, associados com os exercícios de alongamento e de mobilidade de caixa torácica, devem sempre ser realizados pelos adultos com Fibrose Cística. Confira agora alguns exercícios que deixarão as articulações do tórax mais flexíveis.

Exercício 1: Vamos começar na posição sentada. Sentados na cadeira, costas apoiadas e com os pés no chão. Com uma das mãos apoiada na parte posterior do encosto da cadeira e a outra segurando na lateral da cadeira, rode o tronco e o pescoço, mantendo o quadril apoiado no assento e os pés firmes no chão. Mantenha essa rotação por 10 segundos e retorne à posição inicial. Repita o mesmo procedimento no outro lado. Faça de três a quatro séries.

Exercício 2: Ainda sentado na cadeira, apoie bem o quadril no assento, pés bem apoiados no chão, coloque as duas mãos atrás da cabeça, na nuca. Faça uma extensão da coluna. Conte até 10 e volte devagar para a posição inicial.

Exercício 3: Em pé, coloque suas mãos atrás da cabeça, mantenha os pés posicionados com a base ligeiramente alargada. Em seguida, faça uma inclinação lateral, sentindo puxar toda a musculatura do lado oposto. Mantenha essa posição contando até 10 e retorne para a posição inicial. Repita o mesmo procedimento no lado oposto.

Exercício 4: Na posição de quatro apoios, faça uma força para baixo com a região superior do tórax. Conte até 10 e volte devagar para a posição anterior.

Exercício 5: Segure firme com as mãos em uma barra ou janela. Flexione o quadril anteriormente. Estique os braços e mantenha os joelhos com leve flexão. Jogue o quadril para trás, forçando a parte superior do tórax para baixo. Mantenha essa manobra por 10 segundos e retorne para a posição inicial.

Yoga

Outra modalidade de exercício que tem sido muito estudada para as pessoas com Fibrose Cística é a realização do Yoga. A prática do Yoga envolve atividades de respiração, alongamento, fortalecimento e meditação. Ela foca não apenas na aptidão física, mas também no controle da respiração e redução do estresse.

Pilates

Outro exercício muito procurado pelas pessoas com Fibrose Cística é a prática do pilates. O pilates se tornou popular nos últimos anos como um exercício global focando na respiração, controle corporal e precisão dos movimentos. As evidências atuais sugerem efeitos positivos do pilates na força muscular respiratória, equilíbrio, qualidade de vida e desempenho físico geral.

Esses são alguns exemplos de exercícios que podem auxiliar na mobilidade do corpo, no ganho de força muscular e que trabalham a respiração. Mas atenção: esses exercícios devem ser complementados com pelo menos 20 minutos de atividade aeróbica.

Mantenha-se ativo e utilize os aplicativos de celular de atividade física como estímulo ao comportamento saudável! Essas ferramentas realizam a contagem diária de número de passos utilizados com o deslocamento. Estabeleça suas metas diárias de passos a serem realizados e não esqueça de consultar o seu nutricionista.

Confira abaixo o vídeo com a videoaula completa!

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui