Biomarcadores cutâneos de Fibrose Cística: uma abordagem diagnóstica não-invasiva

Categoria: Coluna Científica - Postador por: Comunicação IUPV - Data: 07 de outubro de 2019

Resumo de pesquisa realizada por Gustavo Rafaini Lioret, Farmacêutico, Graduado pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e Mestre em Pesquisa Clínica pela mesma Instituição.

A fibrose cística (FC) é uma doença genética com uma prevalência aumentada em populações de origem europeia. Atualmente, o exame padrão-ouro utilizado para coleta de amostras e diagnóstico de FC é o teste do suor, com perfil de coleta desconfortável ao paciente, e que diversas vezes apresenta resultados com certo grau de incerteza. Como a mutação da FC induz várias alterações no metabolismo dos pacientes, é possível explorar as substâncias envolvidas nesses processos para visualizar biomarcadores, ou seja, moléculas com potencial para serem utilizadas como ferramentas de diagnóstico, trazendo uma proposta com um fluxo mais simples, rápido e de baixo custo. 

Pensando nisso, nosso grupo de pesquisa da UNICAMP desenvolveu o FibroScreening, uma estratégia simplificada de coleta de amostras e processamento de dados com a finalidade de compor uma ferramenta de diagnóstico e monitoramento da evolução da doença baseada em biomarcadores específicos da FC. Nossa proposta consiste em coletar amostras com uma tira colocada sobre a pele do paciente durante 1 minuto, tempo necessário para absorver substâncias que estejam presentes no local. A análise e o processamento de dados são baseados em espectrometria de massas e inteligência artificial, com a busca de um conjunto de biomarcadores que são a “assinatura” da doença, favorecendo assim o diagnóstico rápido e preciso. 

O estudo inicial de FibroScreening com pacientes de mutação F508del permitiu identificar um total de sete biomarcadores de várias classes moleculares, todos refletindo distúrbios metabólicos que ocorrem devido à FC, com 100% de sensibilidade e 95% de especificidade. Assim, com um método confortável e não-invasivo de coleta de amostras, combinado com o conjunto identificado de biomarcadores, o FibroScreening é uma ferramenta de alto potencial que abre o leque de possibilidades para diagnosticar e acompanhar a evolução da FC. Temos em nosso horizonte, em 2020, um estudo de expansão para contemplar pacientes de todo o Brasil, com a finalidade de fortalecer o nível de confiança dos resultados, além de consolidar o FibroScreening perante a comunidade médica e de pacientes.

Nota importante: As informações aqui contidas tem cunho estritamente educacional. Em hipótese alguma pretendem substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Você vai gostar também...

Newsletter

Assine o nosso boletim informativo mensal. Clique aqui